Bolsas

Câmbio

Exxon e Chevron participarão de licitação de petróleo no México

Adam Williams e Amy Stillman

(Bloomberg) -- A Chevron uniu forças com a Petróleos Mexicanos e a japonesa Inpex para participar da licitação na semana que vem para exploração de petróleo e gás natural, a primeira vez que a operadora estatal se associará com empresas privadas para explorar petróleo bruto no Golfo do México.

Sete grupos e oito concorrentes individuais foram escolhidos para participar das licitações de 5 de dezembro, que incluem a joint venture com a Pemex no campo Trion e outros 10 blocos de águas profundas, anunciou a Comissão Nacional de Hidrocarbonetos do México na segunda-feira na Cidade do México. O órgão regulador não especificou quais eram para a joint venture e para as outras áreas.

A Total uniu forças com a BP e a norueguesa Statoil em um grupo e com a Exxon Mobil em outro. A Eni e a Lukoil também se uniram e a Anadarko Petroleum e a Royal Dutch Shell formaram outro grupo.

"Estamos atraindo investimentos e tecnologia em águas profundas, onde grande parte das nossas reservas nacionais estão localizadas", disse Héctor Moreira, comissário do Órgão Regulador de Petróleo do México e ex-membro do conselho da Pemex, na segunda-feira. "Nós atraímos algumas das maiores empresas do mundo com a capacidade tecnológica e de investimento para desenvolver esses recursos".

Nova era

O governo mexicano realizou uma sequência de ajustes para melhorar os termos do Acordo de Operação Conjunta (AOC) que a Petróleos Mexicanos assinará com possíveis parceiros para explorar o campo Trion. Conseguir uma parceria com um grande produtor sinalizará o começo de uma nova era para o gigante cambaleante do petróleo do México.

Com o peso de quase US$ 100 bilhões em dívida financeira e 12 anos de queda da produção de petróleo, a Pemex apontou para as parcerias como o caminho para sua salvação desde que o governo acabou com 76 anos de monopólio de produção da companhia em 2014.

"Achamos a oferta e a oportunidade suficientemente boas para Trion ser licitado", disse Pablo Medina, analista de petróleo e energia da Wood Mackenzie, em entrevista por telefone. "A chave para a licitação de Trion foi a disposição para mudar o AOC e as condições do contrato. Transformar-se no primeiro parceiro da Pemex poderia criar boa predisposição no futuro à medida que o setor continuar se abrindo."

A Sierra Oil & Gas, uma nova empresa mexicana com financiamento das empresas de private equity Riverstone Holdings e BlackRock e a Petroliam Nasional Bhd (Petronas), da Malásia, formaram um grupo. Outro grupo inclui a Murphy Oil e a Ophir Energy. A BHP Billiton e a chinesa CNOOC participarão individualmente.

"Muitas das empresas que participarão dessa licitação têm um escritório permanente no México há décadas esperando este momento", disse Juan Carlos Zepeda, comissário nacional de Hidrocarbonetos, em entrevista da Cidade do México em 22 de novembro. "Temos participantes muito sérios e há grandes expectativas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos