Bolsas

Câmbio

Viagem ao exterior no Ano-Novo Chinês substitui visita à vovó

Bloomberg News

(Bloomberg) -- Shi Ying não realizará a tradicional peregrinação de retorno a Xangai para celebrar o feriado do Ano-Novo Lunar com sua família. Em vez disso, viajarão todos ao Japão para fazer compras e passear.

Esse novo costume permite que sua família evite as multidões, as ruas e os metrôs entupidos, o péssimo atendimento ao cliente e o tédio que caracterizam as festas em sua cidade. Nas últimas celebrações, Shi e seus parentes deixaram a China e foram para Cingapura, Malásia, Tailândia e EUA.

"A última coisa que meus pais querem para o Ano-Novo Chinês é uma festa triste com os três em casa, em Xangai", disse Shi, 30, que trabalha para uma organização não-governamental em Pequim. "Viajar para o exterior durante o Festival da Primavera custa aproximadamente o mesmo que visitar alguns pontos turísticos domésticos."

A essência do feriado de sete dias da China, também chamado de Festival da Primavera, está se transformando em um momento em que o aumento da renda e a expansão das redes de voos internacionais estão levando mais pessoas para o exterior -- o equivalente a que os americanos escolham passar o Dia de Ação de Graças em Bermuda em vez de visitar a família no Centro-Oeste do país. As viagens ao exterior neste feriado deverão superar o recorde de 6 milhões de passageiros e as empresas aéreas levarão aviões praticamente cheios para o Japão, a Coreia do Sul e o Sudeste Asiático.

"O Ano-Novo Chinês é o pico internacional para as empresas aéreas chinesas", disse Steve Saxon, sócio da consultoria McKinsey & Co em Xangai. "Para muita gente esta é uma das únicas duas oportunidades de aproveitar um feriado prolongado durante o ano."

O Festival da Primavera fecha a segunda maior economia do mundo por uma semana e centenas de milhões de trabalhadores de fábricas e escritórios deixam suas residências adotivas em Shenzhen ou Pequim para se reconectar com suas casas ancestrais, muitas vezes localizadas do outro lado do país. Outros milhares de expatriados retornam ao país.

Na celebração deste ano, de 27 de janeiro a 2 de fevereiro, ocorrerá a maior migração massiva de pessoas na Terra. Mais de 414 milhões de chineses viajarão de avião e de trem -- é como se todos os habitantes da União Europeia estivessem de viagem.

A expectativa é que cerca de 58,3 milhões de pessoas viajem de avião, o que representa um aumento de 10 por cento em relação ao ano passado, segundo estimativas da Administração da Aviação Civil da China. As empresas aéreas chinesas geram cerca de 20 por cento de sua receita durante esse período, disse Saxon.

Os chineses viajarão para 174 destinos fora da China continental por uma média de 9,2 dias durante o período do feriado, segundo o serviço de viagens on-line Ctrip.com International.

A família de Shi viajará para o Japão no dia 27 de janeiro para uma estadia de sete dias em Quioto e Tóquio. Além das atrações turísticas, eles planejam levar as compras a sério -- cosméticos, roupas, panelas de arroz e assentos de vasos sanitários de alta tecnologia são alguns alvos.

"Meus pais realmente adoram viajar durante o Ano-Novo Chinês", disse ela. "Esperemos que eu consiga limitar meus gastos de toda a viagem a 80.000 yuans."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos