Bolsas

Câmbio

WhatsApp, do Facebook, também adiciona recursos estilo Snapchat

Sarah Frier

(Bloomberg) -- Agora há outro aplicativo do Facebook com recursos que imitam o Snapchat.

O WhatsApp, aplicativo de chat de propriedade do Facebook usado mensalmente por 1,2 bilhão de pessoas, está adicionando uma câmera embutida para permitir que as pessoas façam fotos ou vídeos e os enviem diretamente aos seus contatos ou os adicionem a uma atualização de "status" -- semelhante ao recurso "histórias" do Snapchat.

Este é mais um exemplo de um aplicativo do Facebook que oferece as ferramentas popularizadas por seu rival mais jovem, de propriedade da empresa Snap. O Instagram, por exemplo, que também pertence ao Facebook, atualmente tem 150 milhões de pessoas usando sua versão de histórias, lançada em agosto. A versão do WhatsApp está sendo lançada na mesma semana em que o Snap inicia um roadshow para promover suas ações antes da oferta pública inicial de março. Contudo, o WhatsApp não vê sua decisão como uma ameaça para nenhuma outra rede social.

A forma do Snapchat de enviar fotos e mensagens com vídeo "é um formato que está sendo estabelecido, alterado e melhorado por muitas pessoas neste espaço", disse Randall Sarafa, gerente de produto do WhatsApp, em entrevista. "Estamos trazendo esse formato para o WhatsApp e dando a ele um pouco do gosto do WhatsApp que conhecemos, com confiabilidade, segurança e compartilhamento pessoal."

No começo dos aplicativos de mensagens, os desenvolvedores tentaram diversas táticas para seus designs, até que o setor definiu como deveria ser uma mensagem de grupo ou como deveria ser a recepção de uma mensagem, disse Sarafa. O Snapchat apenas foi pioneiro em um formato que funciona bem porque as pessoas recebem e enviam mais fotos e vídeos.

No WhatsApp, o número de fotos enviadas diariamente duplicou de um ano para o outro, para 3,3 bilhões, disse a companhia. As pessoas enviam 760 milhões de vídeos e 80 milhões de GIFs diariamente. Era hora de atualizar o produto para refletir a forma em que as pessoas o estão usando, disse Sarafa. O WhatsApp na verdade começou como um aplicativo para compartilhamento de status antes de evoluir para uma plataforma de mensagens.

A audiência do WhatsApp é muito maior que a do Snapchat, que anunciou 158 milhões de usuários diários em seu comunicado à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) antes do IPO. As decisões do Facebook de copiar os recursos do Snapchat já geraram preocupações depois que o Snapchat reportou que o crescimento da base de usuários perdeu força no trimestre mais recente.

O WhatsApp informou que seus novos recursos serão testados na Holanda, na França e em outros países antes do lançamento global.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos