Bolsas

Câmbio

Canada Goose atrai rapper Drake e frisson entre investidores

Alex Barinka e Scott Deveau

(Bloomberg) -- A Canada Goose Holdings, fabricante das parcas de US$ 900 usadas por celebridades como o rapper Drake, de Toronto, e o jogador de beisebol José Bautista, do Blue Jays, está abrindo seu capital com a melhor avaliação já registrada por qualquer outra empresa varejista do segmento de luxo do mundo.

A empresa com sede em Toronto captou 340 milhões de dólares canadenses (US$ 256 milhões) em sua oferta pública inicial, com cada ação avaliada em 17 dólares canadenses, acima da faixa prevista de 14 a 16 dólares canadenses por ação, segundo comunicado de quarta-feira. Com base no preço do IPO, a companhia possui um valor de mercado de cerca de 1,82 bilhão de dólares canadenses.

Essa avaliação daria à Canada Goose um múltiplo preço/lucro de 45,5 vezes, usando estimativas de crescimento conservadoras, o mais elevado entre as empresas de produtos de luxo, escreveu Maja Rakic, analista da Bloomberg Intelligence, em nota, na quinta-feira. Esse número coloca a empresa à frente dos múltiplos de 37,2 vezes da Hermès International e de 33,5 vezes da Brunello Cucinelli, escreveu.

As ações dispararam na estreia nesta quinta-feira em Toronto e Nova York.

"O plano de expandir seu canal direto com o consumidor deverá respaldar um crescimento superior", disse Rakic. "A companhia precisará realizar mais investimentos em breve, o que pode pesar sobre os lucros. Será fundamental manter um controle rígido sobre os custos e impulsionar as vendas."

A Canada Goose é financiada pela Bain Capital, que continuará sendo dona de uma participação controladora da companhia após o IPO, segundo o prospecto.

A Canada Goose foi fundada em um pequeno armazém em Toronto, em 1957, como Metro Sportswear, especializada em coletes de lã, casacos impermeáveis e trajes de motos de neve. Nos últimos anos, a empresa mudou o foco para os consumidores de produtos de luxo, mirando clientes que dirigem Land Rovers em vez daqueles que guiam trenós puxados por cães.

A companhia planeja expandir sua oferta para mercados como os de malhas, calçados, chapéus, luvas, equipamentos de viagens e roupas de cama nos próximos anos, segundo o prospecto do IPO.

Em 2013, quando a Bain adquiriu uma participação de 70 por cento da Canada Goose, a companhia foi avaliada em cerca de US$ 250 milhões, disseram pessoas familiarizadas com o assunto. Os termos não foram revelados na ocasião.

O Canadian Imperial Bank of Commerce, o Credit Suisse Group, o Goldman Sachs e o RBC Capital Markets gerenciaram a oferta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos