Bolsas

Câmbio

Montblanc lança relógio inteligente voltado para fãs da marca

Chris Rovzar

(Bloomberg) -- Na semana passada, a Montblanc se tornou a primeira marca da família de empresas de luxo Richemont a lançar um relógio inteligente. O Montblanc Summit, baseado na plataforma Android Wear 2, do Google, pretende concorrer, entre outros, contra o Apple Watch e o Connected Watch da rival suíça TAG Heuer (que foi lançado no ano passado e receberá uma atualização que provavelmente será anunciada nesta semana).

Assim como o relógio da TAG, que também usa a plataforma Android, o da Montblanc está voltado para fãs da marca. Ao criar uma caixa parecida com a de um relógio clássico de sua linha 1858, a companhia espera atrair uma mistura de clientes fiéis e jovens que não necessariamente estejam acostumados a usar algo no pulso, mas que poderiam experimentar um relógio inteligente com um aspecto exclusivo.

"Esperamos que o Summit mostre a clientes novos e antigos que a Montblanc está enraizada na inovação e se adapta às necessidades do profissional moderno", disse o CEO da Montblanc, Jérôme Lambert.

As diferenças entre as versões da TAG e da Montblanc não são enormes ? ambas oferecem uma série de aplicativos Android. O relógio TAG tem GPS para os aplicativos esportivos e NFC para efetuar pagamentos, e o relógio Montblanc tem um monitor de batimentos cardíacos incorporado à parte traseira da caixa.

Ambos vêm repletos de visores que se parecem aos modelos emblemáticos, o que é importante, segundo juram essas companhias, mas não faz muito sentido para mim. Os fãs adoram os relógios mecânicos por seu caráter ingênuo, por sua beleza e pela façanha de sua estrutura interna ? um simulacro bidimensional em uma tela levemente iluminada e encaixada em algo que se parece com um relógio mecânico dificilmente é a mesma coisa.

Mercado e identidade

Os relógios inteligentes se tornaram uma categoria grande, mas ainda vendem menos que o esperado. A empresa de pesquisa de mercado IDC estima que 19,8 milhões de relógios inteligentes tenham sido vendidos em 2016, quase metade da projeção de 28,3 milhões. No terceiro trimestre do ano passado, por exemplo, as vendas do Apple Watch caíram mais de 70 por cento.

Embora a Apple fique com mais de 40 por cento do mercado de relógios inteligentes, de acordo com a IDC, em minha experiência a comunidade de usuários fica mais entusiasmada com relógios como os das linhas esportivas da Garmin ? que oferecem exatamente o que os atletas querem.

"Os monitores de atividades físicas continuam sendo melhores para atender a necessidades específicas, mas há outros relógios com fins específicos que mostram que ainda existe muito espaço para inovar e esclarecer a identidade de produto", explica Jack Forster, especialista do setor e editor-chefe do site sobre relógios Hodinkee. "Casio, por exemplo, fabrica relógios inteligentes para caminhadas."

Se as relojoarias suíças e Apple e Google quiserem fazer com que os relógios inteligentes se tornem mais essenciais, é bom que marcas com comunidades menores e mais especializadas estejam fabricando relógios especialmente para elas.

"Fabricantes de relógios inteligentes estão criando produtos com uma identidade mais clara", disse Forster. Por exemplo, o relógio Montblanc vem com um aplicativo inteligente e intuitivo de fusos horários que foi desenvolvido para este modelo. Por que? Porque os usuários Montblanc viajam pelo mundo.

"O cliente da Montblanc é um profissional moderno que está sempre viajando e gosta do status e do estilo de vida de luxo tradicional característicos da Montblanc", explica o CEO Lambert. "O consumidor Montblanc de hoje vive em um mundo digital onde a conectividade é o segredo do sucesso."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos