Bolsas

Câmbio

Garrafa de novo champanhe A2 de Jay-Z custa US$ 850

Kate Krader

(Bloomberg) -- Se é que existe uma trilha sonora que invariavelmente acompanha uma grande celebração ? como um noivado, a vitória de um campeonato ou o fechamento de um negócio gigantesco ?, sem dúvida é o estouro de uma garrafa de champanhe.

E esta é a garrafa para a maior celebração de todas: Blanc de Noirs Assemblage Two, conhecido como A2, da Armand de Brignac, a casa secular que pertence ao rapper Jay-Z, que chegará ao mercado no dia 18 de abril.

O lançamento de seu antecessor A1, em sua chamativa garrafa revestida de metal com uma etiqueta de estanho feita à mão, deu muito o que falar em 2015. As pessoas repararam no preço de US$ 760, um dos mais caros para um champanhe que não é vintage, e se perguntaram até que ponto Jay-Z e seus amigos e familiares fariam propaganda dele. Será que ele apareceria em um videoclipe, como o blanc de blancs da marca na banheira do clipe da música "Feeling Myself", de Beyoncé e Nicki Minaj? Será que ele continuaria construindo torres de champanhe de US$ 100.000, como fez com o Brut Gold, da Armand de Brignac, para uma arrecadação de fundos em prol de Barack Obama em seu 40/40 Club em 2008?

Mas não se tratava de um mero ardil publicitário; o rico e frutado A1 foi considerado o melhor Blanc de Noirs do mundo em uma cata às cegas realizada pela revista Fine Champagne no verão europeu de 2016. O crítico de vinhos Mark Oldman admira sua complexidade e suas nuances: "Ele é tão bom quanto os melhores champanhes do mundo", afirma ele. No entanto, Oldman adverte que a bebida não necessariamente tem um sabor que custaria US$ 750 e que muitos outros espumantes são deliciosos e custam um décimo do preço. "Esses detalhes mais refinados não costumam ser notados pelo consumidor eventual", diz ele. Nossa própria crítica de vinhos, Elin McCoy, disse que o A1 é "pleno, rico e penetrante ? além de muito melhor e mais elegante do que precisaria ser, para um vinho que pode acabar se tornando mais um símbolo de status do que um item de coleção".

Ainda não experimentamos o A2 ? que ainda não chegou nos EUA. Mas sabemos que ele contém uvas pinot noir extraídas dos vintages de 2008, 2009 e 2010, praticamente as mesmas frutas usadas no A1. Seu sabor é quase similar ao do antecessor, exceto por um aroma sutil de hortelã, um meio-tom refrescante no fim. E que a garrafa é quase igual à do A1 ? um símbolo de status para certo tipo de pessoa. "Conheço pessoas que compram apenas uma garrafa, para exibir para as visitas", disse Oldman. "Por pura ostentação."

No entanto, mesmo com toda a ostentação, Armand de Brignac está recorrendo a um tipo de sinalização mais sutil com o A2: a única coisa que revela que a garrafa difere da antecessora é uma discreta etiqueta na parte de trás com seu número estampado. Apenas 2.333 garrafas de A2 serão lançadas no mercado, a US$ 850 cada, o preço do novo Samsung Galaxy S8. (Se você conseguir uma caixa, ela custará um pouco mais de US$ 10.000.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos