'Piratas' da Disney lidera bilheteria nos EUA, mas decepciona

Anousha Sakoui

(Bloomberg) -- O quinto filme "Piratas do Caribe", da Walt Disney, foi líder de bilheteria no fim de semana prolongado em sua estreia nos EUA, como esperado, mas ainda continua longe de se tornar um sucesso financeiro.

"Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar", novamente estrelado por Johnny Depp na pele do capitão Jack Sparrow, reuniu US$ 62,2 milhões em vendas norte-americanas nos três primeiros dias do fim de semana do Memorial Day dos EUA, segundo estimativas da empresa de pesquisa ComScore enviadas por e-mail no domingo. O total foi inferior aos US$ 68,5 milhões que a BoxOfficePro.com esperava. O filme superou a nova comédia da Paramount Pictures "Baywatch", que ficou em terceiro lugar com uma estimativa de US$ 18,1 milhões.

Com um orçamento de produção estimado em US$ 230 milhões e dezenas de milhões a mais em custos promocionais, "A Vingança de Salazar" precisará ser um sucesso nos EUA e em todo o mundo para a Disney, que insinuou que este será o último filme da série. As vendas internacionais de US$ 208 milhões levaram o total do filme para US$ 285 milhões, informou a Disney por e-mail.

A franquia já gerou US$ 4 bilhões em vendas de ingressos em todo o mundo, mostrando que "a comunidade de fãs demonstra muito amor", disse David Hollis, vice-presidente executivo de distribuição da Disney. "Existe um público verdadeiro."

No filme mais recente, o pirata Sparrow, o anti-herói interpretado por Depp, está procurando o lendário Tridente de Poseidon, que pode salvá-lo de marinheiros fantasmagóricos e assassinos obstinados em causar estragos. Javier Bardem se junta ao elenco no papel do vingativo capitão Salazar, líder dos espíritos do mal. Paul McCartney faz uma ponta como o tio de Sparrow.

A Disney, com sede em Burbank, na Califórnia, esperava que o filme gerasse vendas na faixa de US$ 75 milhões nos cinemas americanos e canadenses até segunda-feira, abaixo da previsão anterior de US$ 80 milhões. Analistas da BoxOfficePro.com projetavam US$ 83 milhões nos quatro dias. Isso colocaria o novo "Piratas" atrás de três dos quatro filmes anteriores, mesmo como uma das melhores estreias de 2017.

O filme provavelmente renderá menos de US$ 200 milhões com sua exibição nos cinemas dos EUA, de acordo com Shawn Robbins, da BoxOfficePro. Os críticos detonaram o filme, que recebeu apenas 30 por cento de críticas positivas, de acordo com o site Rottentomatoes.com.

"Baywatch" é uma nova versão apta para maiores de 17 anos de um seriado de televisão, da Paramount, divisão da Viacom. A BoxOfficeMojo projetou US$ 23 milhões em três dias para o filme, cuja realização custou US$ 69 milhões.

Dwayne Johnson interpreta o dedicado salva-vidas Mitch Buchannon, que entra em confronto com o novato e impetuoso Matt Brody, interpretado por Zac Efron. A dupla deve desvendar um plano de criminosos locais que ameaça o futuro da baía. Os críticos também não gostaram de "Baywatch"; o filme obteve apenas 19 por cento de críticas positivas, de acordo com o Rottentomatoes.com.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos