Bolsas

Câmbio

Lares pequenos de Hong Kong são oportunidade para armazenamento

Narae Kim

(Bloomberg) -- As pessoas frequentemente se queixam dos apartamentos minúsculos de Hong Kong. No entanto, para investidores como a Blackstone Group, lugares pequenos podem oferecer uma grande oportunidade.

Bem-vindo ao mundo do self storage.

A maioria dos 7,4 milhões de habitantes de Hong Kong mora em casas apertadas com pouco espaço para roupas, sapatos, livros, materiais esportivos e outros itens. Então, existe o desejo de encontrar outro lugar para armazenar pertences não essenciais.

"As pessoas não querem abrir mão de suas coisas, porque têm um apego emocional", disse Ralph Myers, que tem 38 anos e começou a usar uma unidade de armazenamento há seis meses. O cenógrafo e figurinista de teatro paga 250 dólares de Hong Kong (US$ 32) por mês pelo espaço, que está lotado de móveis próprios.

"Os apartamentos em Hong Kong são tão pequenos que não há muita diferença entre minha unidade de armazenamento e minha casa", disse Myers em uma entrevista. "Essencialmente, minha unidade de armazenamento parece um apartamento mobiliado ? tem cama, mesa e cadeiras, por exemplo ? só não tem cozinha e banheiro."

Chris Heady, presidente da região Ásia-Pacífico e chefe do setor imobiliário da Ásia na Blackstone, descreveu o setor como "interessante" em uma mesa-redonda no Fórum Mundial da Wharton em Hong Kong no mês passado. "Não é um negócio muito glamoroso, mas é um bom negócio."

A Blackstone investiu 420 milhões de dólares de Hong Kong na MiniCo Self-Storage em março de 2015. A empresa agora se chama Minibox Self Storage.

Oferta insuficiente

A oferta de self storage em Hong Kong em 2015 era de 0,04 metro quadrado por pessoa ? muito menor que a média de 0,72 metro quadrado dos EUA, de acordo com um relatório da CBRE Group. No final daquele ano, houve uma escassez de aproximadamente 18.580 metros quadrados de espaço de self storage em Hong Kong.

Simon Tyrrell, diretor administrativo da E3 Capital Partners em Hong Kong, disse que a cidade é o mercado asiático central "menos desenvolvido" em termos de self storage. A E3 Capital adquiriu uma operadora chamada Big Orange Self-Storage como parte de uma aquisição. Ela já vendeu, mas planeja iniciar um serviço premium através de sua empresa RedBox Storage, disse Tyrrell.

"Se você comparar com os mercados ocidentais, a oferta na Ásia é extremamente insuficiente. E, com o aumento da classe média, a lógica diz que o setor precisa estar preparado para um enorme incremento demográfico", disse ele.

A Jones Lang LaSalle afirmou em um relatório no mês passado que o setor é atraente para os investidores de Hong Kong devido ao forte crescimento de renda regular e ao fato de que os altos níveis de ocupação estão sustentados por uma base estável de inquilinos.

Cerca de três quartos dos clientes de self storage são indivíduos. Alguns dos fatores que dão impulso à demanda são o casamento ? os casais combinam dois lares em um ? e o divórcio, quando uma pessoa se muda e precisa de um lugar para armazenar seus pertences. A taxa crescente de mortalidade também é um fator, porque as pessoas herdam móveis e relíquias familiares que não cabem em suas casas.

--Com a colaboração de Adrian Leung

Versão em português: Patricia Xavier em Sao Paulo, pbernardino1@bloomberg.net.

Repórter da matéria original: Narae Kim em Hong Kong, nkim132@bloomberg.net.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos