Capital de risco francês aposta em proteção de dados em bancos

Marie Mawad e Fabio Benedetti-Valentini

(Bloomberg) -- A Partech Ventures, empresa francesa de capital de risco que levantou cerca de US$ 1 bilhão em 18 meses, está apostando na demanda dos bancos por segurança de dados com um investimento em uma startup britânica, prevendo que Londres continuará sendo o principal polo financeiro da Europa apesar do Brexit.

"No que diz respeito aos setores de finanças e de seguros, ainda vemos Londres como um verdadeiro polo, talvez tão grande quanto Nova York -- e isso não vai mudar tão cedo, nem mesmo com o Brexit", disse Jean-Marc Patouillaud, sócio administrativo da Partech, em entrevista. "No tocante ao setor financeiro, Londres é um lugar universal e um trampolim para o mercado americano."

A última aposta do fundo é a Privitar, uma produtora de software de proteção de dados com sede em Londres que tem o HSBC como cliente e pretende se expandir para atender a outras instituições do distrito financeiro da cidade. A Partech afirmou na terça-feira que investiu cerca de US$ 9 milhões na Privitar, liderando uma rodada de US$ 16 milhões com financiadores como Salesforce Ventures e CME Ventures.

A CME Ventures, braço de capital de risco da Bolsa Mercantil de Chicago, está interessada em usar a tecnologia para proteger as transações em sua própria plataforma, disse Patouillaud. O software da Privitar, que permite que as empresas mantenham os dados confidenciais protegidos e disponibilizá-los a outras firmas para análise e pesquisa, quer se expandir na Europa e nos EUA, tendo clientes-alvo óbvios no setor financeiro, mas também estendendo-se a setores como o farmacêutico e o de telecomunicações.

A incerteza em torno do Brexit não impediu as startups europeias e seus investidores de captarem recursos nas últimas semanas. A Idinvest Partners, outra empresa de capital de risco com sede em Paris, afirmou neste mês que espera concluir uma captação de recursos de 250 milhões de euros nas próximas semanas. Antes disso, a Felix Capital Partners, uma firma com sede em Londres que financiou a grife Goop de Gwyneth Paltrow e busca investimentos em marcas digitais na Europa e nos EUA, informou que recebeu mais ofertas do que poderia aceitar em sua última captação de US$ 150 milhões.

A proteção de dados é um assunto que a Partech continuará monitorando em busca de alvos nos próximos meses, porque estima que o setor será impulsionado pelos ciberataques, pela regulação mais rígida e por clientes que exigem processos mais seguros, por exemplo, em transações e no armazenamento de informações, disse Patouillaud.

Entre os demais focos de investimento do fundo estão tecnologia financeira, software empresarial, inteligência artificial e conexão de objetos à internet.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos