Bolsas

Câmbio

Startup de baterias apoiada por celebridade compete com Tesla

Elisabeth Behrmann

(Bloomberg) -- A Kreisel Electric GmbH, uma startup austríaca que deu o que falar ao competir em pé de igualdade com o Model S da Tesla com um Porsche Panamera transformado, quer que essa competição saia das pistas de provas.

Depois de trabalhar em uma garagem de três portas em projetos chamativos como a eletrificação de um Porsche que Steve McQueen usou no filme "As 24 Horas de Le Mans" (1971), agora a empresa vai mudar para um centro de pesquisa e planta de montagem de baterias de 10 milhões de euros (US$ 12 milhões) em Reinbach, cerca de 100 quilômetros a leste de Innsbruck.

"Nos últimos dois anos o desenvolvimento de baterias decolou e agora está ficando incrivelmente dinâmico", disse o cofundador Markus Kreisel em uma reunião informativa em Munique. "Temos uma maneira diferente de desenvolver a tecnologia e não temos nenhuma carga do passado."

A startup assinou contratos de licenciamento mediante os quais sua tecnologia para baterias entrará nas linhas de produção de vários fabricantes de carros a partir de 2020, disse Kreisel. A empresa austríaca promete que vai obter 65 por cento a mais de autonomia das baterias padrão de íon-lítio, graças a técnicas patenteadas de soldagem a laser e refrigeração térmica.

Celebridade

Fundada por três irmãos, a Kreisel também ganhou o apoio de famosos. Patrick Knapp Schwarzenegger, sobrinho de Arnold Schwarzenegger e assessor do ex-governador da Califórnia, liderou uma rodada de investimento na empresa. O ex-fisiculturista austríaco e celebridade de Hollywood conheceu a Kreisel após contratar os irmãos para que colocassem uma transmissão elétrica em seu Mercedes Classe G off-road.

Em um sinal da crescente importância da startup, o chanceler da Áustria, Christian Kern, participará da cerimônia de inauguração das nova planta da Kreisel nesta terça-feira à noite. A planta terá capacidade anual para produzir 8.000 pacotes de baterias para carros, armazenamento residencial e aviação. A planta também tem como objetivo desenvolver e construir protótipos para fabricantes de veículos e outros setores.

A ideia é que o centro de pesquisa e produção ajude a desenvolver técnicas de fabricação para o mercado de massa. Embora o rápido sucesso dos irmãos seja um sinal de como a transformação do setor automotivo está abrindo as portas a empresas menores, a Kreisel Electric ainda está em uma fase de desenvolvimento.

Até agora a Kreisel só conseguiu definir uma cooperação para a infraestrutura de carga com a Porsche Holding Salzburg e um acordo com a VDL Groep nos Países Baixos para entregar até 2.000 conjuntos propulsores elétricos e pacotes de baterias para instalar em vans Mercedes Splinter.

95% de fracassos

A BMW e a Daimler afirmaram que estão observando a Kreisel "com interesse", mas atualmente não têm projetos de cooperação em andamento enquanto aceleram o desenvolvimento de veículos elétricos. Há muitas startups que são boas com protótipos, mas poucas conseguem chegar muito longe, disse o diretor de desenvolvimento da BMW, Klaus Fröhlich, que prevê que 95 por cento das empresas de tecnologia que trabalham no espectro de veículos elétricos e autônomos fracassarão.

Para ajudar a empresa a sobreviver, Kreisel planeja focar na tecnologia e deixar o caro trabalho de fabricação para os competidores da Tesla.

"Nosso objetivo não é entrar na produção de baterias em grande escala, mas ajudar os fabricantes de veículos a desenvolverem a tecnologia", disse Markus Kreisel.

--Com a colaboração de Jonathan Tirone

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos