Bolsas

Câmbio

Desigualdade continua crescendo nos EUA, segundo dados do Fed

Jeanna Smialek

(Bloomberg) -- A camada superior de 1 por cento da população dos EUA em termos de riqueza e renda está abrindo uma vantagem ainda maior sobre o restante, mostram os dados mais recentes da Pesquisa de Finanças do Consumidor do Federal Reserve.

O Fed divulga os resultados da pesquisa nesta quarta-feira, mas a governadora Lael Brainard divulgou uma prévia dos números durante seu discurso, na terça-feira. O 1 por cento superior respondeu por 39 por cento de toda a riqueza em 2016, disse ela, contra 36 por cento em 2013 -- última vez em que o conjunto de dados foi divulgado. A pesquisa coleta informações sobre balanços, pensões, rendas e características demográficas das famílias, o que a transforma no único retrato representativo da situação financeira geral das famílias.

Os mais ricos dos EUA também avançaram no quesito remuneração: detiveram cerca de 24 por cento de toda a renda em 2015, contra em torno de 20 por cento em 2012. Os dados de renda reportados são referentes ao ano anterior à pesquisa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos