Bolsas

Câmbio

Maconha pode substituir analgésico com inalador inteligente

Jen Skerritt

(Bloomberg) -- Uma companhia canadense acredita que a facilidade de calibrar a dose correta de maconha medicinal vai convencer mais médicos a prescrever a planta como alternativa a analgésicos como opiáceos.

A Resolve Digital Health, sediada em Toronto, desenvolveu um inalador inteligente no qual os pacientes inserem uma dose única e pré-mensurada de óleo ou broto de cannabis. Depois usam um aplicativo móvel para medir a eficácia de cada tratamento, monitorando seus sintomas e acompanhando o consumo, de modo que as doses e variedades da planta possam ser ajustadas conforme necessário, explicou o presidente da empresa, Rob Adelson.

"Mais e mais médicos estão se envolvendo e testando", disse Adelson. "O mercado clínico é enorme."

A demanda por maconha medicinal cresce em diversos países, inclusive no Canadá, que pretende legalizar no ano que vem. A estimativa é que esse mercado movimente 1,8 bilhão de dólares canadenses (US$ 1,4 bilhão) até 2021, segundo a Canaccord Genuity Group. A Resolve assinou acordos com a produtora agrícola canadense Aphria e com a Liberty Health Sciences para introduzir produtos de maconha inteligente para até 15.000 pacientes no Canadá e nos EUA em 2018, acrescentou Adelson.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos