ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Amazon expande teste de entrega que pode prejudicar FedEx e UPS

Spencer Soper

29/01/2018 16h06

(Bloomberg) -- A Amazon.com está expandindo um serviço lançado para tornar mais compras de supermercado, produtos de limpeza e outros itens disponíveis para entrega rápida diretamente através dos comerciantes, sem sobrecarregar os armazéns da gigante do comércio eletrônico com estoques adicionais, segundo documentos analisados pela Bloomberg.

O teste estende o alcance logístico da Amazon às instalações de seus comerciantes, invadindo o território dos serviços das antigas parceiras de entregas United Parcel Service e FedEx. A Amazon tenta seduzir os vendedores que usam o mercado on-line da empresa com custos menores de entregas, software de logística, inspeções em armazéns e recomendações.

A Bloomberg noticiou pela primeira vez o teste, chamado de "seller flex", em outubro. A Amazon supervisionará a retirada de pacotes dos armazéns de comerciantes terceirizados que vendem produtos na Amazon.com e a entrega na casa dos clientes, trabalho atualmente feito muitas vezes por UPS e FedEx. A Amazon poderia continuar usando estes serviços de correio para a entrega, mas decidirá como o pacote é enviado, em vez de deixar esta tarefa nas mãos do vendedor. Gerenciar diretamente uma quantidade maior de entregas daria à Amazon, que tem sede em Seattle, mais flexibilidade e controle sobre a etapa final de entrega à porta do consumidor, permitirá a economia de recursos por meio de descontos no volume e ajudará a evitar congestionamentos em seus armazéns por manter a mercadoria nas instalações dos vendedores externos.

A Amazon está recrutando mais vendedores e mudou o nome do programa para FBA Onsite, segundo documentos revisados pela Bloomberg, associando-o a seu popular serviço de logística Fulfillment By Amazon, lançado em 2006. A Amazon está dizendo aos comerciantes que eles podem manter os produtos em seus próprios armazéns e ainda assim participar de programas como o "Subscribe and Save", um serviço de reposição de itens domésticos que oferece descontos aos clientes para itens comprados com frequência, e o "Small and Light", serviço de entrega gratuita de produtos com envio barato devido ao tamanho. Antigamente, os comerciantes precisavam enviar os produtos às instalações da Amazon e pagar comissões adicionais para participar desses programas. A empresa preferiu não comentar o assunto.

Opções de entrega

O FBA Onsite é a última tentativa da Amazon de aumentar seu estoque, encurtar os prazos de entrega e reduzir os custos. A empresa já construiu uma rede de centros nos EUA nos quais os pacotes são classificados pelo código postal e transportados de caminhão para agências de correio, deixando para o Serviço Postal dos EUA a tarefa de lidar com o trecho final da entrega. A empresa lançou o Amazon Flex, que usa contratados independentes que dirigem veículos próprios para entregar encomendas retiradas dos centros de envio da Amazon, guiados por um aplicativo de smartphone. O Prime Now oferece uma variedade limitada de produtos, como carregadores de celular e garrafas de água, em apenas uma hora para consumidores de muitas cidades.

O Fulfillment By Amazon permite que os comerciantes enviem seus estoques aos depósitos da Amazon e paguem à Amazon pela administração do armazenamento, pela embalagem e pela entrega. Cerca de metade dos itens vendidos na Amazon provém de comerciantes independentes que pagam comissões à empresa a cada venda. Muitos desses comerciantes pagam comissões adicionais para que a Amazon administre a parte logística porque, dessa forma, seus produtos se tornam aptos para o envio gratuito em dois dias por meio do programa de assinaturas Amazon Prime. Muitos clientes da Amazon filtram as pesquisas de produtos no site para que mostrem apenas itens compatíveis com o Prime, portanto, o Fulfillment By Amazon ajuda esses comerciantes a ampliarem as vendas.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia