Bolsas

Câmbio

Waymo obtém aprovação para serviço de transporte sem motorista

Alistair Barr

(Bloomberg) -- Foi aprovado o primeiro serviço comercial nos EUA de transporte privado sem motorista.

A Waymo, uma unidade da Alphabet, recebeu permissão do Departamento de Transporte do Arizona no fim de janeiro para operar como empresa da rede de transporte, segundo Ryan Harding, porta-voz do órgão estadual.

A designação permite que a frota de minivans autônomas Chrysler Pacifica da Waymo busque e transporte passageiros pagantes no Arizona por meio de aplicativo de smartphone ou website, afirmou o porta-voz, na sexta-feira. A Uber Technologies e a Lyft são bons exemplos de empresas da rede de transporte no estado, acrescentou Harding.

A Waymo é pioneira em veículos autônomos, mas rivais como Uber e Cruise, uma divisão da General Motors, estão tentando alcançá-la. A tecnologia ainda está sendo testada em muitas regiões, mas pode revolucionar o modo como as pessoas se locomovem, especialmente nas cidades, e avaliar o setor nascente em centenas de bilhões de dólares.

"Continuamos fazendo testes de direção com nossa frota de veículos na região metropolitana de Phoenix e estamos dando todos os passos necessários para lançar nosso serviço comercialmente neste ano", afirmou um porta-voz da Waymo por e-mail.

A Waymo planeja iniciar o serviço em Phoenix neste ano. Ele ficará limitado ao número de veículos que a Waymo possui no momento -- a empresa afirma ter "milhares" --, embora uma rede de carros autônomos tenha capacidade de atingir mais pessoas do que um número similar de veículos de propriedade pessoal, que muitas vezes permanecem ociosos durante a maior parte do dia. A Waymo ainda não informou quanto cobrará dos passageiros, mas, sem motoristas, o custo pode ser competitivo com os das redes da Uber e da Lyft, que dependem dos seres humanos.

No ano passado, a Waymo iniciou um "programa para primeiros passageiros" gratuito na capital do Arizona, em que centenas de pessoas usam um aplicativo da Waymo para reservar e usar carros em um raio de 260 quilômetros quadrados. Em novembro, de forma pioneira no setor, a Waymo começou a testar veículos sem motorista ao volante em algumas partes da cidade.

A Waymo fechou no início do ano um acordo para comprar mais "milhares" de minivans Pacifica, da Fiat Chrysler Automobiles, equipadas para direção autônoma. Os novos carros se somaram a uma frota existente de cerca de 600 minivans.

A Waymo tem outros planos além do transporte privado, incluindo veículos de uso pessoal, logística e entregas, e também pretende "trabalhar com as cidades para ajudá-las a alcançar objetivos para o transporte público", disse a diretora financeira da Alphabet, Ruth Porat, em teleconferência recente com analistas.

O website Quartz foi o primeiro a noticiar os planos de transporte privado autônomo da Waymo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos