PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Marriott quer ser a Amazon do turismo com nova plataforma

Nikki Ekstein

18/04/2018 15h39

(Bloomberg) -- Como parte do anúncio realizado na segunda-feira de que unificaria os programas Marriot Rewards, Starwood Preferred Guest e Ritz-Carlton Rewards em agosto deste ano, a Marriott também relançou sua plataforma de vendas Moments, que vende de tudo, desde excursões de tirolesa e tutoriais de sumô até aulas de culinária com master chefs.

Pela primeira vez, os clientes fiéis podem ganhar e resgatar pontos comprando essas experiências -- 110.000 ao todo, em 1.000 destinos globais. Mas qualquer um, independentemente de se participa do Marriott Rewards, também poderá comprar um cruzeiro ao entardecer do catálogo da Marriott com velhos e bons dólares.

"A oportunidade para nós é de expandir a experiência de viagem para nossos membros", diz David Flueck, vice-presidente sênior de fidelidade da Marriott, à Bloomberg. "Eles passaram a confiar na Marriott para marcas e hotéis incríveis e agora nós podemos oferecer mais."

A chave, diz ele, é crescer para deixar de ser uma marca de hotéis e passar a ser uma marca de estilo de vida -- algo que a Airbnb já fez com a plataforma própria, a Experiences.

"As marcas do segmento de viagens têm ser mais completas no que se refere a serviços", explica Deanna Ting, editora de hotelaria no Skift, o website da indústria de viagens. "Não é questão de saber se eles deveriam fazer isso. Para competir, a Marriott tem que fazer isso."

Escala, não exclusividade

A modernização da Moments da Marriott -- uma plataforma que já existia, mas em uma escala muito menor -- é um resultado direto da aquisição da Place Pass, um site de metabuscas de experiências locais, na primavera (Hemisfério Norte) de 2017.

No entanto, das mais de 100.000 experiências que oferece agora, apenas 8.000 são exclusivas da Marriott e do próprio design da empresa.

Algumas delas incluem acesso VIP ou camarotes na primeira fila em todo o mundo, que segundo Flueck estarão disponíveis "em cada show". Outro subconjunto é o que Flueck descreve como experiências "únicas na vida": uma aula de culinária com Daniel Boulud na cozinha particular dele, por exemplo, ou aulas de surfe com o lendário caçador de ondas Laird Hamilton.

O que distingue a Marriott é a escala, não a exclusividade.

De acordo com Bjorn Hanson, professor no Tisch Center for Hospitality and Tourism da Universidade de Nova York, a escala confere à Marriott "uma vantagem de posicionamento que supera a de qualquer outra empresa que eu possa imaginar como competidora". Parcerias com a Hertz e a StubHub expandem ainda mais o alcance da Moments -- os viajantes podem usar a plataforma para conseguir de tudo, desde aluguel de carros até jantares privados e ingressos para a ópera.

Mesmo assim, Hanson mostrou ceticismo em relação à possibilidade de que a Moments mude o comportamento dos consumidores. "Não há urgência suficiente para isso", diz ele. "Acho que isto não fará com que as pessoas façam reservas que não fariam de outra forma."