ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

UE pode sofrer 'dano colateral' de disputa entre EUA e China

Viktoria Dendrinou, Joao Lima e Slav Okov

27/04/2018 09h38

(Bloomberg) -- A União Europeia está pronta para retaliar os EUA se Washington decidir, na semana que vem, tornar permanentes as tarifas sobre as importações de metais, segundo o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire.

"Acreditamos firmemente que não precisamos sofrer os danos colaterais de uma possível guerra comercial entre os EUA e a China", disse Le Maire, antes de uma reunião de ministros das finanças da zona do euro, em Sófia, Bulgária. "Reconhecemos plenamente que há dificuldades com o excesso de capacidade do aço e do alumínio", disse, mas "elevar as tarifas para a UE não é a solução correta".

Em março, Washington impôs tarifas de 25 por cento ao aço e de 10 por cento ao alumínio, tanto para adversários quanto para aliados, incluindo a UE. O bloco recebeu uma isenção que expirará em 1º de maio. A União Europeia exigiu uma isenção permanente e ameaçou aplicar tarifas retaliatórias para 2,8 bilhões de euros (US$ 3,4 bilhões) em produtos americanos e apresentar queixa à Organização Mundial do Comércio (OMC).

"Estamos prontos para iniciar a discussão com nossos amigos americanos a respeito do futuro da OMC", disse Le Maire. "Mas antes de tudo temos que eliminar essa questão das novas tarifas."

A comissária de Comércio da União Europeia, Cecilia Malmstrom, alertou os EUA nesta semana que o país enfrentará uma queixa da UE na OMC caso se recuse a conceder ao bloco uma isenção permanente das tarifas, que foram aplicadas por motivos de segurança nacional.

"Veremos na semana que vem qual será a decisão do governo americano, mas deixei bem claro ontem que a comissão e a UE têm de estar prontas para tomar todas as decisões apropriadas se o governo americano decidir aumentar as tarifas para a UE", disse Le Maire. "A UE não é responsável por esse excesso de capacidade do aço e do alumínio."

--Com a colaboração de Jonathan Stearns Andrew Langley Paul Gordon Elizabeth Konstantinova Alexander Weber Nikos Chrysoloras e Piotr Skolimowski

(Bloomberg) -- A União Europeia está pronta para retaliar os EUA se Washington decidir, na semana que vem, tornar permanentes as tarifas sobre as importações de metais, segundo o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire.

\"Acreditamos firmeme","image":"","date":"27/04/2018 09h56","kicker":"Bloomberg"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="economia/economia">

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia