Bolsas

Câmbio

Apple ampliará estratégia para aparelhos de áudio: Fontes

Mark Gurman e Debby Wu

(Bloomberg) -- A Apple está prestes a aumentar o volume de sua estratégia para aparelhos de áudio, planejando AirPods de maior qualidade, um novo HomePod e fones de ouvido supra-auriculares com qualidade de estúdio já para o ano que vem, segundo pessoas a par do assunto.

A empresa com sede em Cupertino, Califórnia, está trabalhando em novos AirPods com cancelamento de ruído e resistência à água, disseram as pessoas. A Apple está tentando aumentar o alcance dos AirPods em relação ao iPhone e ao iPad, disse uma das pessoas. Mas não será possível nadar com eles: a resistência à água servirá basicamente para proteger da chuva e da transpiração, disseram as pessoas.

Programados para 2019, os fones de ouvido provavelmente custarão mais do que o par atual, de US$ 159, e isso pode levar a Apple a segmentar a linha de produtos como faz com os iPhones, disse uma das pessoas. A Apple também está trabalhando em um estojo para recarga sem fio compatível com o carregador AirPower, a ser lançado.

A empresa também discutiu internamente a inclusão de sensores biométricos nos futuros AirPods, como um monitor de frequência cardíaca, para ter mais ofertas de aparelhos de saúde além do Apple Watch, disse outra pessoa. Os AirPods atuais serão atualizados ainda neste ano com um novo chip e suporte para ativação da Siri sem as mãos, noticiou a Bloomberg News.

Há também fones de ouvido supra-auriculares da Apple a caminho. Eles competirão com modelos caros da Bose e da Sennheiser. Usarão a marca Apple e serão uma alternativa mais sofisticada à linha Beats da empresa. Originalmente, a Apple pretendia lançar os fones de ouvido até o fim de 2018, mas teve problemas no desenvolvimento e agora mira um lançamento já no ano que vem, disseram as pessoas. Elas pediram anonimato por falarem sobre produtos que ainda não foram lançados. Um porta-voz da Apple preferiu não comentar.

A gigante do ramo de eletrônicos de consumo usa acessórios exclusivos como os AirPods para complementar seu ecossistema de hardware e software. Os acessórios se transformaram em uma fonte importante de receitas nos últimos anos, ajudando a unidade Other Products da Apple a gerar US$ 12,9 bilhões em vendas no ano fiscal 2017. O resultado amorteceu o impacto da desaceleração do crescimento da unidade iPhone.

O próximo lançamento de áudio se baseia no sucesso anterior da Apple nesse campo. O iPod e a loja de música digital iTunes ajudaram a revitalizar o setor e iniciaram uma mudança que transformou a fabricante de computadores em gigante dos dispositivos móveis.

Em 2012, a Apple se autodeclarou uma das maiores vendedoras de alto-falantes por causa dos fones de ouvido que acompanham seus aparelhos e dos alto-falantes embutidos em iPhones, Macs e iPads. Dois anos depois, a Apple comprou a fabricante de fones de ouvido e empresa de streaming de música Beats por US$ 3 bilhões, sua maior aquisição. Uma equipe interna de produtos de áudio é dirigida por Gary Geaves, ex-engenheiro da fabricante de sistemas de alto-falantes e fones de ouvido B&W Group.

Repórteres da matéria original: Mark Gurman em San Francisco, mgurman1@bloomberg.net;Debby Wu em Taipé, dwu278@bloomberg.net

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos