PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Proibição de fumar em Tóquio pode agitar mercado de tabaco

Keiko Ujikane

28/06/2018 14h30

(Bloomberg) -- Os bares e cafés cheios de fumaça de Tóquio podem em breve ser coisa do passado, já que o país se prepara para adotar regulamentações mais rígidas antes dos Jogos Olímpicos de 2020.

A Assembleia Metropolitana de Tóquio aprovou na quarta-feira uma lei que proíbe fumar dentro de 84 por cento dos bares e restaurantes da cidade. A regra é considerada mais rigorosa do que uma lei em debate na Dieta do Japão, que restringiria o fumo em cerca de 45 por cento dos bares e restaurantes do país, segundo a Nomura Securities. Ambas as leis entrariam em vigor em abril de 2020.

Embora as normas possam prejudicar em alguma medida a demanda total por tabaco, a médio prazo elas poderiam impulsionar o mercado de produtos de tabaco sem combustão, que ainda seriam permitidos em restaurantes e bares, disseram Satoshi Fujiwara e Ryozo Minagawa, analistas da Nomura. A Japan Tobacco poderia se beneficiar com o lançamento de novos produtos para ganhar participação no mercado de itens que não geram fumaça, afirma a Nomura, que recomenda a compra das ações da empresa.

Regras mais rígidas podem prejudicar a demanda nos bares japoneses, conhecidos como "izakaya", afirmou a maior corretora do Japão, observando que a rede Watami teve dificuldades para atrair clientes depois de proibir o fumo em alguns restaurantes. A Nomura vê um impacto limitado nas operadoras de cafés, como a Doutor Nichires Holdings, que viu um declínio temporário nas vendas quando proibiu o fumo, seguido por uma recuperação devido a uma maior concorrência de clientes não-fumantes.