PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Amazon tem aspiração global por mercado de suprimentos médicos

Spencer Soper

11/07/2018 14h29

(Bloomberg) -- A Amazon.com tem aspirações globais para seu mercado de suprimentos médicos, segundo um anúncio de emprego publicado em seu website, ressaltando a grande ambição da gigante do comércio eletrônico de revolucionar o setor de saúde vendendo produtos a hospitais, médicos e dentistas e oferecendo medicamentos com receita.

A maior empresa de varejo on-line do mundo busca contratar alguém para liderar o apoio a fabricantes de produtos médicos e provedores de serviços, que se concentrarão na construção dos negócios nos EUA e depois em expandi-lo globalmente, segundo um novo anúncio de emprego. A Amazon criou o mercado Amazon Business em 2015 e a saúde está entre os setores listados pela empresa como possíveis clientes -- juntamente com fábricas, escritórios e universidades. O novo anúncio de emprego enfatiza que o que funciona para a maioria das empresas não está funcionando com os clientes da indústria médica.

"Nossa missão é transformar a Amazon no destino de compras de preferência dos clientes do setor de saúde", lê-se no anúncio. "Nossos clientes da área de saúde têm necessidades diferentes dos clientes tradicionais da Amazon Business e, portanto, estamos reinventando tudo, como por exemplo as formas de exibir nossa seleção, de fixar os preços dos nossos produtos e de oferecer a experiência certa ao cliente. Procuramos entender as necessidades específicas de nossos clientes, fornecedores e vendedores da área de saúde para oferecer soluções inovadoras que atendam às necessidades deles."

A Amazon agitou a indústria de medicamentos com receita no mês passado com o acordo de US$ 1 bilhão para a aquisição da farmácia on-line PillPack após uma série de acordos entre seguradoras e gerenciadoras de benefícios farmacêuticos que visavam a atenuar a incursão da Amazon no mercado de medicamentos com receita dos EUA, de US$ 300 bilhões.

O CEO da Amazon, Jeff Bezos, se uniu no início deste ano ao CEO da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, e ao CEO do JPMorgan Chase, Jamie Dimon, para formar um novo empreendimento para enfrentar os custos crescentes dos cuidados de saúde. Recentemente, o grupo contratou o cirurgião e jornalista especialista em saúde Atul Gawande para conduzir a iniciativa.