PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Compradores de casas nos Hamptons aguardam preços mais baixos

Jeremy Hill

27/07/2018 12h47

(Bloomberg) -- Os aspirantes a comprar casas nos Hamptons, em Nova York, estão adiando as aquisições à espera de que os vendedores diminuam os preços.

As vendas nessas cidades balneárias de Long Island despencaram 13 por cento no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo relatório divulgado na quinta-feira pela empresa de avaliações Miller Samuel e pela Douglas Elliman Real Estate. Este foi o segundo trimestre consecutivo de quedas de um ano para o outro e o maior recuo desde o fim de 2016.

As vendas nos Hamptons, um mercado de casas de veraneio que há muito tempo caiu no gosto dos executivos de Wall Street e de outros nova-iorquinos que procuram um refúgio à beira-mar, encolheram após uma série de aumentos em 2017 estimulados principalmente pela expansão do mercado de ações.

Entre os compradores, "há uma expectativa de redução dos preços", disse Carl Benincasa, vice-presidente regional de vendas da Douglas Elliman para os Hamptons, em entrevista.

A mediana de preço das 601 transações concluídas no trimestre caiu 5,3 por cento em relação ao ano anterior, para US$ 975.000, um indicativo de que os vendedores começaram a cumprir essas expectativas, disse. Os compradores conseguiram descontos médios de 9,5 por cento sobre o preço pedido, contra 12 por cento anteriormente.

A reforma tributária federal também está pesando para os possíveis compradores, segundo Jonathan Miller, presidente da Miller Samuel. As novas regras limitam as baixas contábeis totais de impostos estaduais e locais, incluindo impostos sobre a propriedade, a US$ 10.000.

No mercado de luxo -- a fatia superior de 10 por cento das transações, definidas no trimestre como aquelas de US$ 4,25 milhões ou mais --, as compras caíram 12 por cento em relação ao ano anterior, para 61. Os anúncios da categoria aumentaram 37 por cento, para 329.

A residência mais cara a mudar de mãos foi o número 290 da Further Lane, em East Hampton, em uma venda fechada em abril por US$ 40 milhões, informou a Miller. A casa de frente para o mar de 930 metros quadrados tem uma ala de spa, deck com mirante no último andar e um caminho particular até uma praia de areia branca, segundo o anúncio na Sotheby's International Realty.

As vendas de imóveis de luxo tendem a ser mais vulneráveis a fatores externos como tensões geopolíticas ou oscilações no mercado de ações, disse Judi Desiderio, presidente da corretora Town & Country Real Estate, com sede nos Hamptons. Isso ocorre porque esses compradores costumam ver uma casa nos Hamptons como um item de ostentação semelhante a um barco ou um carro esportivo, disse.

"Se você pensa a respeito, não é um mercado de primeiras residências", disse Desiderio. "Eles não precisam ter o que oferecemos. É um item de luxo."