PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Amazon e Twitter querem aumentar oferta de esportes

Spencer Soper

15/08/2018 13h03

(Bloomberg) -- A Amazon e o Twitter estão explorando maneiras de oferecer mais conteúdo esportivo aos clientes -- incluindo notificações personalizadas sobre eventos ao vivo -- na tentativa de atrair um número maior de espectadores em um momento em que eles estão trocando a assinatura de canais de TV tradicionais pelos serviços de streaming, disseram executivos.

Ambas as empresas afirmam que, por seu alcance global, são boas parceiras para ligas profissionais, como a National Basketball Association (NBA) e a National Football League (NFL), que estão tentando chegar aos fãs que assistem a esportes mais frequentemente pelo smartphone. Os executivos das empresas falaram na terça-feira na Players Technology Summit, da Bloomberg, em São Francisco.

"As ligas esportivas entendem isso", disse Richard Au, diretor dos canais de vídeo Prime da Amazon. "Elas precisam garantir que o produto seja relevante para todas as faixas etárias e para todos os grupos demográficos."

A Amazon está testando notificações para dispositivos móveis sobre eventos esportivos ao vivo, o que diferencia os esportes dos filmes e programas sob demanda, segundo Au.

Em sua busca por conteúdo de vídeo, a gigante do comércio eletrônico com sede em Seattle, nos EUA, comprou os direitos de transmissão dos jogos da NFL, das partidas de futebol da Premier League e da turnê da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). Além disso, transmite jogos das equipes G da liga menor da NBA em seu serviço Twitch. O Twitter, que tem sede em São Francisco, também expandiu sua iniciativa de vídeo ao vivo e teve os direitos exclusivos de streaming dos jogos Thursday Night Football, da NFL, durante a temporada de 2016.

O Twitter trabalha em estreita colaboração com a NBA, que tem estado na vanguarda da adoção de novas formas de chegar ao público, disse Laura Froelich, chefe de Parcerias de Conteúdo nos EUA da plataforma de rede social. A rede ajuda as pessoas a acompanhar os acontecimentos, assistir aos jogos e participar de conversas onde quer que elas estejam, disse ela. Houve mais tuítes e discussões sobre a NBA na pré-temporada do que durante as finais, disse ela.

"A NBA tem sido um de nossos parceiros mais inovadores", disse ela. "Sempre que temos algo novo, eles querem ser os primeiros a experimentar."

--Com a colaboração de Mark Gurman.