PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Telefónica discute serviço de vídeo com Amazon, diz fonte

Rodrigo Orihuela e Fabiola Moura

22/08/2018 12h58

(Bloomberg) -- A espanhola Telefonica discute com a Amazon.com a possibilidade de acrescentar o serviço de streaming Prime Video a seus pacotes de telefone, TV e internet, como parte do esforço para manter a clientela, de acordo com uma pessoa a par do plano.

O vídeo sob demanda empacotado com os demais serviços dispensaria o cliente de assinar esse tipo de conteúdo separadamente. Oferta também tornaria o usuário mais dependente dos serviços da companhia, disse a fonte, que pediu anonimato porque as conversas são privadas.

Essa iniciativa de oferecer mais conteúdo aos assinantes vem à tona após a empresa fazer um acordo similar com a Netflix em maio, que cobre Europa e América Latina. A Telefónica atualmente negocia acordos com diversos outros serviços de streaming, incluindo Amazon Prime, abrangendo regiões específicas, segundo essa pessoa.

Representantes de Telefónica e Amazon se recusaram a comentar.

A ação da Telefónica recuava 0,5 por cento para 7,31 euros às 10:24 da manhã em Madri e acumula baixa de 10 por cento desde o começo do ano.

Serviços de streaming que permitem ao consumidor assistir programas de sucesso quando querem eram considerados uma ameaça existencial por operadoras de telefonia e TV paga. Agora, o presidente da Telefónica, José Maria Álvarez-Pallete, tenta segurar os assinantes com a oferta do melhor conteúdo, seja produzido internamente ou por terceiros, mesmo enquanto a Telefónica investe em programação original na Espanha.

Para Amazon e Netflix, esse tipo de acordo oferece a possibilidade de acesso rápido a milhões de espectadores que ainda não haviam aderido independentemente a seus serviços. Clientes acessaram mais de 350 milhões de serviços da Telefónica em todos os seus mercados até o dia 30 de junho, sendo que alguns assinantes usam diversos serviços.

A Telefónica não é a primeira a se aproximar da concorrência representada pelo streaming.

A Comcast, maior provedora de TV a cabo dos EUA, anunciou neste mês que o Prime Video entrará no conteúdo disponibilizado pelo equipamento residencial Xfinity X1, que já oferece Netflix, YouTube e Pandora Media. Na Europa, Sky e Virgin Media (pertencente à Liberty Global) têm acordos com a Netflix, permitindo que usuários acrescentem o serviço de streaming a suas assinaturas.

(Atualizações com compartilhamentos no quinto parágrafo.)

Repórteres da matéria original: Rodrigo Orihuela em Madri, rorihuela@bloomberg.net;Fabiola Moura em São Paulo, fdemoura@bloomberg.net