PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Petrobras pretende emitir ao menos R$ 2 bi em debêntures: Fonte

Felipe Marques, Cristiane Lucchesi e Sabrina Valle

28/08/2018 11h50

(Bloomberg) -- A Petrobras planeja emitir pelo menos R$ 2 bilhões em debêntures após as eleições de outubro, disse uma pessoa com conhecimento do assunto.

A empresa considerava lançar os títulos agora, mas decidiu aguardar na expectativa que as condições de mercado melhorem após as eleições, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada porque as discussões são privadas.

A Petrobras provavelmente teria que realizar uma transação menor, limitada aos bancos locais, se fosse emitir agora, já que outros investidores estão exigindo rendimentos mais altos do que o que a empresa quer oferecer, disse a pessoa.

Petrobras não respondeu a um pedido de comentário feito pela Bloomberg.

A empresa não tem pressa para levantar os recursos. Em junho, anunciou a contratação de uma linha de crédito compromissada de R$ 2 bilhões com o Bradesco com vencimento em 2023.

Em janeiro, a companhia captou US$ 2 bilhões em bônus internacionais com cupom de 5,75% e vencimento em fevereiro de 2029. Em seguida, fez um resgate antecipado de US$ 4 bilhões em títulos globais, segundo um comunicado de 5 de junho. Mais endividada entre as empresas de petróleo de capital aberto, a Petrobras vem reduzindo a alavancagem em um ritmo mais rápido do que seus rivais, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

A Petrobras tem sucesso irregular no mercado de títulos domésticos. Em 2015, desistiu de uma emissão de debêntures de R$ 3 bilhões por causa da fraca demanda, mas emitiu R$ 5 bilhões no ano passado em sua maior venda de títulos domésticos de todos os tempos, alcançando uma ampla base de investidores de fundos de pensão a pessoas físicas.