PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Energia limpa deve superar carvão na Europa ainda este ano

Rachel Morison

20/09/2018 12h38

(Bloomberg) -- A geração de energia renovável na Europa deve superar a geração por carvão neste ano, graças aos esforços do continente para diminuir a dependência do combustível poluente, de acordo com relatório encomendado pelo UBS.

As energias renováveis agora cobrem aproximadamente um quinto da geração bruta na Europa. A taxa de crescimento anual da capacidade de geração eólica e solar quase dobrou durante os últimos cinco anos para 7 por cento, segundo a Aurora Energy Research, autora do estudo. A capacidade de geração convencional já começou a encolher por lá.

Do Reino Unido à Itália, os governos elaboraram planos para se livrar do carvão até meados da próxima década. A discussão sobre a desmobilização do carvão acontece até na Alemanha, que ainda depende muito de carvão e linhito para produzir eletricidade barata.

A objetivo da União Europeia é ampliar a parcela das modalidades renováveis para 32 por cento da geração total até 2030, mas esta meta pode ser ultrapassada e a participação chegar a 65 por cento, de acordo com o UBS. Teoricamente, é possível gerar 100 por cento de energia limpa, mas os custos podem subir até 60 por cento, pelos cálculos do banco.

Desde 1990, quase 300 GW em capacidade renovável foram disponibilizados na Europa, sendo 90 por cento na forma de energia eólica e solar. Mais 200 GW em capacidade eólica e solar podem ser acrescentados até 2030, reduzindo a intensidade do carvão na matriz em cerca de 50 por cento, de acordo com a pesquisa da Aurora. Tal cenário aumentaria a necessidade de postos de combustíveis e baterias para equilíbrio e contingência.

A energia eólica e os painéis fotovoltaicos devem se tornar viáveis sem subsídios a partir de 2020, mostrou o relatório da Aurora.