PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Bilionário compra cobertura em NY, residência mais cara dos EUA

Lily Katz, Patrick Clark e Katia Porzecanski

24/01/2019 13h05

(Bloomberg) -- O fundador da Citadel, Ken Griffin, fechou a compra de uma cobertura de US$ 238 milhões na Central Park South 220 para ter um lugar para ficar quando estiver trabalhando em Nova York, disse uma porta-voz da Citadel. Pelo valor da compra, esta passa a ser a residência mais cara dos EUA.

A torre residencial de luxo foi construída pela Vornado Realty Trust, que informou em outubro que 85 por cento do edifício havia sido vendido, com 26 unidades ocupando andares inteiros sob contrato. O projeto desenhado pelo arquiteto Robert A. M. Stern está voltado para a entrada sul do Central Park e a maioria das 118 unidades oferece vistas sem obstrução. O apartamento de Griffin tem 2.200 metros quadrados. O primeiro veículo a noticiar o negócio foi o Wall Street Journal, na quarta-feira.

A Citadel firmou contrato de aluguel por um grande espaço em um arranha-céu na Park Avenue, 425, a 1,2 quilômetro do novo apartamento de Griffin, sem incluir o percurso de elevador. O edifício de escritórios, desenvolvido pela L&L Holding e projetado por Norman Foster, atingiu o tamanho máximo no mês passado. Ele deve ser concluído em 2020 e a Citadel ocupará cerca de 30.800 metros quadrados espalhados por 16 andares, incluindo a cobertura.

Um porta-voz da Vornado preferiu não comentar, mesma postura de Deborah Kern, da Corcoran Group, que representava a Vornado. Tal Alexander, que juntamente com o irmão Oren representava Griffin, também não comentou.

Neste mês, Griffin, 50, pagou cerca de 95 milhões de libras (US$ 122 milhões) por uma casa de 200 anos com vista para o St. James Park, em Londres, a cerca de 800 metros do Palácio de Buckingham.

Griffin, que tem uma fortuna de US$ 9,6 bilhões, é a pessoa mais rica de Illinois, EUA, no Bloomberg Billionaires Index, um ranking das 500 pessoas mais ricas do mundo. Ele já é dono de centenas de milhões de dólares em propriedades em Nova York e Chicago.

--Com a colaboração de Christine Maurus, Saijel Kishan, Devon Pendleton e Amanda Gordon.

Repórteres da matéria original: Lily Katz em N York, lkatz31@bloomberg.net;Patrick Clark em New York, pclark55@bloomberg.net;Katia Porzecanski em Davos, kporzecansk1@bloomberg.net