PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Dupla se torna bilionária com aposta em segurança cibernética

Ben Stupples

08/02/2019 12h57

(Bloomberg) -- A segurança cibernética gerou riquezas para Ken e Michael Xie.

Nascidos na China, os irmãos agora são bilionários por suas participações na Fortinet, a empresa de software de segurança de rede com sede no Vale do Silício que eles fundaram há quase duas décadas, de acordo com o Bloomberg Billionaires Index.

Impulsionada por importantes violações de dados e ataques de malware, a segurança cibernética se tornou uma prioridade crescente para as empresas. Companhias com foco na nuvem, como Fortinet e Palo Alto Networks, se beneficiaram à medida que as empresas atualizavam infraestruturas informáticas, ameaçando provedores de software de rede mais estabelecidos, como Cisco Systems e Juniper Networks. A Fortinet conta a maioria das empresas Fortune 500 como clientes, de acordo com seu site.

'Mercado fragmentado'

"Ela tem sido uma das empresas inovadoras para produtos de última geração em um momento em que as companhias têm apostado mais no mundo cibernético", disse Mandeep Singh, analista sênior de tecnologia da Bloomberg Intelligence. "É um mercado fragmentado, então há muito espaço para que um ator aumente sua posição."

O mercado de software de segurança cibernética deve crescer 10 por cento ao ano até 2023, segundo a empresa de pesquisa MarketsandMarkets. A Fortinet está superando isso, e a receita de 2018 aumentou 20 por cento em relação ao ano anterior, para US$ 1,8 bilhão. As ações da empresa fecharam em US$ 81,22 na quarta-feira, mais de seis vezes o preço de sua abertura de capital em 2009. Elas caíram na quinta-feira porque o lucro ajustado do quarto trimestre ficou abaixo das estimativas dos analistas.

"Estamos entusiasmados com oportunidades significativas pela frente", disse Ken Xie, de 56 anos, que é o CEO, em teleconferência na quarta-feira após a divulgação dos resultados da Fortinet. Ele projetou um crescimento contínuo em 2019, mas acrescentou que "é preciso continuar inovando".

Uma porta-voz da Fortinet, que tem sede em Sunnyvale, na Califórnia, não quis comentar sobre o patrimônio líquido dos irmãos.

Empreendimento familiar

Ken Xie é cidadão dos EUA desde 1998 e abriu sua primeira empresa de segurança cibernética enquanto estudava Engenharia Elétrica na Universidade de Stanford. Ele cofundou a Fortinet em 2000 depois de criar e abandonar outra empresa de segurança on-line, a NetScreen Technologies. A Juniper Networks adquiriu a NetScreen em um acordo de compra de ações em 2004 avaliado em US$ 4 bilhões.

Uma década e meia depois, a avaliação de US$ 13 bilhões da Fortinet supera a da Juniper Networks. Ken Xie é o maior acionista individual, com uma participação de 7,4 por cento no valor de US$ 1 bilhão. Ele também acumulou mais de US$ 40 milhões através de transações com ações, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

Michael Xie, presidente da empresa e diretor de tecnologia, estudou Engenharia Elétrica na Universidade de Manitoba, no Canadá. Ele possui uma participação de 7,1 por cento, quase metade através de fundos familiares, e reuniu mais de US$ 70 milhões através de transações com ações.

Entre outras empresas de segurança cibernética, o CEO da Check Point Software Technologies, Gil Shwed, tem uma participação de US$ 2,9 bilhões e as ações de Nir Zuk, cofundador da Palo Alto Networks, valem quase US$ 300 milhões.

"É um espaço que continua mudando e crescendo rapidamente, e isso me faz aprender todos os dias", disse Ken Xie em uma entrevista no ano passado. "Eu gosto."

--Com a colaboração de Jack Witzig.