Topo

Problemas da China com carne suína beneficiam produtores dos EUA

Michael Hirtzer

2019-03-14T14:49:18

14/03/2019 14h49

(Bloomberg) -- A China, maior consumidora de carne suína do mundo, fez a maior aquisição de carne dos EUA em quase dois anos depois que a peste suína africana reduziu os rebanhos de porcos e elevou os preços.

O país asiático comprou 23.800 toneladas no período de uma semana encerrado em 7 de março, a maior venda desde o fim de abril de 2017 e a terceira maior registrada desde 2013, informou o Departamento de Agricultura dos EUA nesta quinta-feira. Os contratos futuros de carne de porco magra (lean hog) para entrega em junho chegaram a subir 2,7 por cento, para 83 centavos de dólar por libra-peso, nível mais alto desde 21 de dezembro, após a divulgação dos dados.

"O avanço dos preços da carne suína na China faz pressão para cima e pode ajudar a elevar os preços da carne suína em todo o mundo porque a China provavelmente se transformará em importadora ativa", segundo analistas da Hightower Report.

Mais Economia