PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Com Nescafé, Nestlé mira mercado de café torrado no Brasil

Gerson Freitas Jr.

17/04/2019 16h41

(Bloomberg) -- A Nestlé vai começar a vender café torrado e moído no Brasil com a marca Nescafé como parte de um esforço para crescer no segundo maior mercado consumidor da bebida.

Ao todo, a gigante suíça planeja investir R$ 300 milhões em 2019 para desenvolver e comercializar 30 novos produtos de café. O portfólio vai incluir uma linha de cafés com a marca Starbucks -- de grãos torrados e moídos até cápsulas para as máquinas Nespresso e Dulce Gusto. O valor representa cerca de um quinto de todo o investimento anual da Nestlé no País.

Com o movimento, a Nestlé finalmente marca a sua entrada no segmento de café torrado e moído, que responde por mais de 85% das vendas no Brasil. O mercado é dominado pela Três Corações, controlada pelo grupo brasileiro São Miguel e a fabricante de alimentos israelense Strauss Group, a gigante holandesa Jacob Douwe Egberts e a alemã Melitta.

"Nós não estávamos jogando o jogo como devíamos", afirmou Marcelo Melchior, CEO da Nestlé no Brasil, em uma entrevista em São Paulo. A adoção das marcas Nescafé e Starbucks, antes exclusivas de outras categorias de produto, permite à Nestlé competir no nicho de maior valor agregado desse mercado, acrescentou.

O Brasil é o primeiro país onde a Nestlé passa a vender café torrado e moído com a marca Nescafé, mundialmente conhecida como um sinônimo de café instantâneo. Conhecida por 98% dos brasileiros, a marca é a aposta da empresa para ampliar sua base de consumidores. Se bem-sucedido, a estratégia pode ser repetida em outros países, disse Rachel Muller, diretora da divisão de café da Nestlé no Brasil, na mesma entrevista.

Em 2018, a Nestlé fez seu terceiro maior acordo em 152 anos ao desembolsar US$ 7,15 bilhões pelo direito de comercializar produtos da Starbucks no mundo todo.

PUBLICIDADE