PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Netflix prepara minissérie sobre resgate em caverna na Tailândia

Siraphob Thanthong-Knight

30/04/2019 11h30

(Bloomberg) -- A Netflix fechou uma parceria com a produtora do blockbuster "Podres de Ricos" para produzir uma minissérie sobre o dramático resgate de 12 meninos e seu técnico de futebol que ficaram presos em uma caverna inundada na Tailândia.

A gigante de streaming com sede na Califórnia e a SK Global Entertainment assinaram um acordo para a produção da minissérie no Ministério da Cultura nesta terça-feira, em Bangcoc. Os detalhes financeiros não foram revelados, embora a mídia local tenha divulgado que cada jogador da equipe de futebol receberia 3 milhões de bahts (US$ 94 mil) pelos direitos da produção.

Os meninos e o técnico ficaram presos em uma caverna no norte da Tailândia em junho do ano passado, depois que fortes chuvas inundaram parcialmente o complexo.

Uma equipe de resgate internacional com mergulhadores especializados em cavernas resgatou um a um, deixando o mundo todo em expectativa durante duas semanas. Um ex-marinheiro da Tailândia morreu durante a operação, dificultada por passagens estreitas, submersas e, em alguns trechos, em completa escuridão.

"A Tailândia é um mercado muito importante para a Netflix e estamos ansiosos para trazer essa inspiradora história local, mas mundialmente ressonante, de superar barreiras aparentemente intransponíveis à vida, mais uma vez para o público global", disse Erika North, diretora de produções originais da Netflix.

Engenheiros da fabricante de foguetes Space Exploration Technologies, do bilionário Elon Musk, construíram um mini submarino de alta tecnologia para ajudar no resgate, mas que acabou não sendo necessário.

A minissérie sobre o resgate na caverna será dirigida por Nattawut Poonpiriya e Jon M. Chu, da Tailândia, que produziram "Podres de Ricos".

A Netflix tem cerca de 150 milhões de assinantes globalmente e continua sendo a líder no mercado de streaming pago. A empresa investiu mais de US$ 7 bilhões em programação no ano passado.

Para contatar o editora responsável por esta notícia: Patricia Xavier, pbernardino1@bloomberg.net

PUBLICIDADE