IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Na esteira do JPMorgan, Goldman Sachs estuda criar moeda digital

Alastair Marsh

28/06/2019 12h14

(Bloomberg) -- David Solomon pode seguir os passos de Jamie Dimon no terreno das moedas digitais para pagamentos.

O presidente do Goldman Sachs disse ao jornal francês Les Echos que está analisando a sério as moedas digitais e que o Goldman está conduzindo "pesquisas extensivas" sobre a "tokenização", o processo de transformar moedas ou ativos em contratos digitais negociáveis em uma plataforma blockchain.

"Parta do pressuposto de que as todas as principais instituições financeiras do mundo estão olhando para o potencial da tokenização, stablecoins e pagamentos sem atrito", disse Solomon.

O JPMorgan Chase disse em fevereiro que desenvolveu sua própria moeda estável, a JPM Coin, para seus clientes usarem em pagamentos transnacionais. E o Facebook este mês anunciou que vai lançar uma moeda para pagamentos, Libra, já no ano que vem.

Solomon não quis comentar se o Goldman Sachs conversou sobre o tema com o Facebook. Ele disse que moedas estáveis em plataforma blockchain atreladas a moedas reais são "o rumo que o sistema de pagamentos vai tomar".

A Libra é o mais recente exemplo de como empresas de tecnologia, como Apple e Amazon.com, se aventuram no setor financeiro. Ainda assim, Solomon disse que as gigantes da tecnologia provavelmente vão tentar fazer parcerias com bancos, em vez de desafiá-los diretamente, citando a parceria do cartão de crédito do Goldman com a Apple como exemplo.

"Você acredita que as gigantes da tecnologia, que têm outras preocupações no momento, querem se submeter às mesmas restrições regulatórias que o JPMorgan ou o Goldman Sachs?", disse Solomon. "É claro que essas empresas têm muitos clientes e certamente tentarão monetizá-las. No entanto, ao que parece, tentarão selar parcerias com bancos em vez de se tornarem bancos."

--Com a colaboração de Anne Swardson.

Mais Economia