PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Novas tecnologias preocupam trabalhadores negros e hispânicos

Jeff Green

24/07/2019 12h34

(Bloomberg) -- A tecnologia está definitivamente transformando o ambiente de trabalho. As perspectivas sobre se essas mudanças representam uma oportunidade ou uma ameaça dependem muito da identidade racial, segundo nova pesquisa com 2 mil trabalhadores divulgada na quarta-feira.

Funcionários negros e hispânicos estão mais preocupados com a introdução de novas tecnologias no ambiente de trabalho em comparação com trabalhadores brancos ou asiáticos, de acordo com a pesquisa. Também foram menos propensos a dizer que viram ganhos de eficiência com as mudanças.

O ceticismo pode ser justificado. Cerca de um em cada três trabalhadores negros e latinos exercem as 30 funções mais vulneráveis às mudanças tecnológicas. "É claro que nossa economia e mundo em transformação terão um efeito desproporcional" sobre trabalhadores não brancos, disse Spencer Overton, presidente do Centro Conjunto de Estudos Políticos e Econômicos, que analisou os dados.

Funcionários negros e hispânicos também mostraram maior entusiasmo do que trabalhadores asiáticos ou brancos em relação a uma renda mínima garantida para pessoas que perderam o emprego em razão das novas tecnologias, mas todos concordaram que o governo federal deveria liderar a preparação de trabalhadores para as mudanças, segundo o estudo.

Em particular, esse grupo apoia faculdades comunitárias gratuitas e quer que as empresas ofereçam mais treinamento. A maioria citou restrições financeiras como a maior barreira para conseguir novas habilidades, de acordo com a pesquisa.

"Os quiosques estão chegando ao McDonald's, e alguns desses trabalhos de limpeza serão automatizados", disse Overton. "O que devemos fazer? Temos todo esse capital humano, todo esse potencial. Investimos nisso ou não?