PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Investidores tentam recuperar atraso em ações europeias

Ksenia Galouchko e Nejra Cehic

26/11/2019 15h19

(Bloomberg) -- O retorno surpreendentemente forte de ações europeias, antes consideradas os patinhos feios do mercado, provoca uma corrida de investidores em direção a esses papéis, segundo Wei Li, da BlackRock.

As ações da região "são o novo azarão, porque o desempenho tem sido bom, o posicionamento é extremamente 'light'", e é por isso que vemos investidores correndo atrás do prejuízo agora, disse Li, chefe de estratégia de investimento de iShares EMEA, em entrevista à TV Bloomberg.

O índice Stoxx Europe 600 acumula ganho de 21% este ano, apesar do continente ter registrado US$ 100 bilhões em retiradas - o maior volume entre os principais mercados acionários - diante da fuga de investidores por causa de preocupações com o cenário político e econômico. No entanto, o clima começou a mudar desde meados de outubro, com a perspectiva de que o Reino Unido não deixará a União Europeia sem um acordo e com o avanço das negociações comerciais EUA-China, o que impulsionou as entradas e elevou o indicador para o maior nível desde 2015.

Em outro sinal de que investidores estão migrando para o mercado até então negligenciado, o maior fundo de índice focado em ações europeias, o Vanguard FTSE Europe ETF, registrou a maior entrada de recursos desde 2017 na semana passada.

"Embora tenhamos visto a retomada das entradas", ainda é uma posição com alocações baixas, disse Li sobre as ações europeias.

Com o ano chegando ao fim acompanhado de retornos excepcionais em ações, os participantes do mercado temem perder o bonde.

"O que estamos começando a ver são os investidores tentando recuperar o atraso...", disse Li. "É por isso que vemos interesse em exposições que antes não eram as favoritas, como ações chinesas, ações de mercados emergentes e ações europeias começando a ganhar força."

--Com a colaboração de Sam Potter.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórteres da matéria original: Ksenia Galouchko em Moscow, kgalouchko1@bloomberg.net;Nejra Cehic London, ncehic@bloomberg.net

PUBLICIDADE