Bolsas

Câmbio

Rublo desaba a mínimos históricos, arrastado pela queda do preço do petróleo

Moscou, 12 jan (EFE).- O rublo voltou a cair nesta terça-feira a sua mínima cotação histórica em relação ao dólar, pelo segundo dia consecutivo, arrastado pela queda do preço do petróleo, que se aproximou hoje dos US$ 30 por barril.

O Banco Central da Rússia (BCR) fixou a cotação oficial da moeda nacional em 76,6 rublos por dólar, embora na Bolsa de Moscou, a moeda americana tenha chegado a ser vendida acima dos 77 rublos.

Apenas em dezembro de 2014, em um dia de pânico no pregão moscovita, que ficou conhecido como a "terça-feira negra", o rublo à marca negativa de 80 por dólar.

Embora o preço do petróleo seja a principal causa da atual queda do valor da moeda russa, os especialistas também apontam a desaleceração da economia chinesa como um fator que também afeta a saúde do rublo.

As perspectivas no curto e no médio prazo, segundo a maioria dos analistas de mercado, são pouco otimistas tanto para a moeda russa como a economia do país.

As previsões do governo russo, que estimavam para este ano o fim da prolongada recessão que o país sofre, derreterão se o petróleo não reverter sua tendência de baixa e não volta a rondar pelo menos os US$ 50 dólares na cotação do Brent, de referência na Europa.

O orçamento da Rússia, que se nutre sobretudo da receita pela venda de combustíveis fósseis, prevê um preço médio do petróleo de US$ 50 dólares por barril, e sofrerá sérios cortes se essa situação atual não mudar.

Inclusive as autoridades russas reconheceram que nesse caso a economia não se recuperará em 2016 e o Estado deverá revisar o orçamento para baixo, reduzindo principalmente gastos de natureza social.

Em dezembro, o presidente russo, Vladimir Putin, garantiu que o país tinha superado o pior momento da crise e que já se observavam "sinais de estabilização" da atividade econômica.

Além da queda dos preços do petróleo, se soma o impacto das sanções econômicas ocidentais contra a Rússia após a anexação da Crimeia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos