Bolsas

Câmbio

Barril do Texas dispara 9,01% e fecha acima de US$ 32

Nova York, 22 jan (EFE).- O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta sexta-feira em forte alta de 9,01%, para US$ 32,19, recuperando parte do valor que vinha perdendo desde o começo do ano.

Ao final da sessão de hoje na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em março subiram US$ 2,66 em relação ao fechamento de ontem.

Com a alta de hoje, o WTI acumulou valorização de 9,42% nesta semana. Na quarta-feira, os contratos para o mês de mais próximo vencimento de então, que eram os de fevereiro, atingiram o preço mais baixo do ano, de US$ 26,55 o barril.

A alta percentual de hoje é a maior desde 27 de agosto do ano passado, quando o WTI subiu 10,26%, para US$ 42,56 o barril.

Entre os fatores que influenciaram hoje o mercado está a tempestade de inverno que está afetando a costa leste dos Estados Unidos, que pode causar um aumento na demanda de derivados do petróleo.

Petróleo de referência nos Estados Unidos, o WTI terminou o ano passado com um preço de fechamento de US$ 37,04, afetado influenciado por uma tendência de queda que se arrasta desde o final de 2014 devido a um excesso de oferta e uma desaceleração no crescimento da demanda. Há um ano, nesta mesma época, o WTI estava em torno de US$ 46 o barril, e há dois anos, US$ 97, o triplo do preço atual.

A queda do preço do petróleo está gerando um forte desinvestimento no setor petroleiro dos Estados Unidos, especialmente nas rochas de xisto ("shale"), que têm um custo de exploração maior que em jazidas tradicionais.

Hoje, por exemplo, a companhia Baker Hughes divulgou uma nova redução no número de plataformas petrolíferas no país de 5 unidades, para um total de 510. No ano passado, nesta época, havia 1.317 plataformas em operação nos EUA.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em fevereiro, ainda o mês de referência, subiram US$ 0,05, para US$ 1,08 o galão, e os de gasóleo de calefação com vencimento no mesmo mês encareceram US$ 0,10, para US$ 1.

Já os contratos de gás natural também para entrega em fevereiro praticamente mantiveram a cotação de ontem, sendo negociados a US$ 2,14 por cada mil pés cúbicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos