Topo

Gol suspende operações na Venezuela por problemas em repatriação de divisas

09/02/2016 17h29

São Paulo, 9 fev (EFE).- A companhia aérea brasileira Gol informou nesta terça-feira que suspendeu temporariamente suas operações na Venezuela devido às dificuldades que têm sofrido na hora de repatriar as divisas.

"A Gol informa que suspendeu temporariamente sua operação em Caracas, na Venezuela, até que a questão da remessa dos recursos da companhia no país seja resolvida", disse a companhia em comunicado enviado à Agência Efe.

A companhia aérea, que já tinha reduzido a frequência semanal de seus voos, informou que os clientes afetados estão sendo realocados em outras companhias.

Na Venezuela vigora há mais de uma década um controle de câmbio, por isso o pagamento de faturas em moeda estrangeira depende de o Estado autorizá-las e repassá-las.

Segundo a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata), o governo venezuelano deve cerca de US$ 4 bilhões às companhias aéreas que operam com o país.

Mais Economia