Bolsas

Câmbio

Banco Mundial afirma que vê "mudança muito forte" na Argentina

Buenos Aires, 8 jun (EFE).- O titular do Banco Mundial (BM) para Argentina, Paraguai e Uruguai, Jesko Hentschel, afirmou nesta quarta-feira que o organismo vê "uma mudança muito forte" na Argentina, agora presidida por Mauricio Macri, informaram fontes oficiais.

"Vemos uma mudança muito forte na Argentina e, no Banco Mundial, apoiamos estas formulações que buscam estabelecer metas e políticas sociais de igualdade", declarou Hentschel ao participar da Oficina de Trabalho sobre a Estratégia de Pobreza Zero no país vizinho.

Segundo um comunicado da presidência argentina, Hentschel também ressaltou "a vontade" do governo de Macri "de construir redes entre instituições" para "avançar na meta de pobreza zero através de estratégias de trabalho conjunto".

O diretor do Banco Mundial para a região também disse que "o valor agregado" oferecido por entidades como o BM "é importante para iniciar reformas em cada realidade local".

"O vínculo e a articulação entre o modelo produtivo e o âmbito da política social na Argentina está baseado nesse caminho rumo a um país mais moderno com emprego, produtividade e inovação" acrescentou Hentschel.

Na oficina realizada na Argentina, a ministra do Desenvolvimento Social, Carolina Stanley, comentou que para "atender às emergências sociais" é necessário "um trabalho coordenado com organismos como o Banco Mundial e com muitíssimas organizações civis".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos