Bolsas

Câmbio

Putin afirma que Rússia "praticamente superou a contração" de sua economia

São Petersburgo (Rússia), 16 jun (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira que a economia de seu país, em recessão há três anos, "praticamente superou a contração", ao reunir-se com destacados investidores internacionais durante o Fórum Econômico de São Petersburgo.

"Praticamente superamos a contração. Foram criadas as bases para sair em direção à trajetória de crescimento", afirmou o chefe do Kremlin, que há dois meses reconheceu que o país não sairá da recessão até 2017.

A economia russa "se adaptou às novas condições", acrescentou em alusão às sanções do Ocidente pelo papel de Moscou na crise da Ucrânia, aos baixos preços do petróleo e à forte desvalorização do rublo.

A desvalorização da moeda, que perdeu mais da metade de seu valor no último um ano e meio, "deu uma vantagem competitiva" aos produtores russos, ressaltou Putin.

O presidente russo destacou que, "apesar das dificuldades objetivas" que assolam a economia russa, com o capital fugindo há muito tempo do país, a Rússia não pôs impedimentos à circulação de capitais nem tem intenção de fazê-lo no futuro.

O embargo russo contra os alimentos perecíveis procedentes do Ocidente, adotado em resposta às sanções pela Ucrânia, permitiu, segundo Putin, "criar indústrias fortes capazes de competir com sucesso nos mercados internos".

"E para aumentar sua eficiência, estamos decididos a iniciar uma séria modernização tecnológica. E por isso estamos interessados em receber tecnologias modernas junto aos capitais", afirmou diretamente aos investidores internacionais.

A economia russa, imersa há três anos na recessão, se contrairá 1,2% em 2016, segundo a recente previsão revisada do Banco Mundial, que melhorou as perspectivas deste país de uma contração de 1,9%. EFE

aep-vh/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos