Bolsas

Câmbio

Voo 387 da companhia americana JetBlue realiza viagem histórica para Cuba

Miami, 31 ago (EFE).- O primeiro voo comercial dos Estados Unidos para Cuba desde 1961 decolou nesta quarta-feira às 10h06 local (11h06 de Brasília) do Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale/Hollywood (FLL), no estado da Flórida, para Santa Clara, no lado oeste da ilha caribenha.

O Airbus A320 da companhia JetBlue, a bordo do qual viajam turistas, jornalistas e autoridades, entre eles o secretário de transporte dos EUA, Anthony Foxx, entrou na pista de decolagem atravessando um arco formado por jatos de água, como acontece sempre que se trata de um voo inaugural.

A decolagem, que teve um atraso de 20 minutos, foi televisionada ao vivo tanto pelos principais canais americanos em inglês como em espanhol.

Este é o primeiro dos 110 voos diários diretos a Cuba que foram aprovados neste ano pelo Departamento de Transporte dos EUA (DOT).

O embaixador cubano nos EUA, José Ramón Cabañas, e o diretor-executivo da JetBlue, Robin Hayes, acompanharam o primeiro voo comercial de uma companhia americana a Cuba em 55 anos em um ambiente de festa no aeroporto de Fort Lauderdale/Hollywood, na Flórida, no sudeste do país.

No aeroporto ocorreu uma entrevista coletiva na qual Cabañas qualificou de "histórico" o reatamento dos voos comerciais entre EUA e Cuba e lembrou que foi em fevereiro quando se chegou ao acordo para colocá-los em andamento.

Um grupo de música cubana alegrou a espera dos passageiros do voo, que desfrutaram também de bebidas e um café da manhã com uma torta em forma de torre e adornada com as cores cubanas e as letras da palavra Santa Clara.

Dos 110 voos autorizados, 20 têm como destino Havana e 90 outras cidades cubanas. Em sua maioria, esses voos partirão do sul da Flórida, onde se concentra a maior população de origem cubana nos Estados Unidos.

Nestas rotas poderão viajar americanos que estejam classificados em qualquer uma das 12 categorias de viagens para Cuba permitidas pelo governo dos EUA, que em dezembro de 2014 acordou com o cubano iniciar um processo de normalização de relações, que já deu frutos, como a reabertura das embaixadas respectivas em julho de 2015 e a autorização de determinados cruzeiros e voos à ilha.

O embargo econômico americano a Cuba segue, no entanto, vigente e por esse motivo os cidadãos dos EUA não podem visitar como turistas a ilha caribenha.

As razões de viagens autorizadas para americanos estão relacionadas com atividades culturais, empresariais, educacionais e jornalísticas.

Além da JetBlue, estão autorizadas a viajar para nove cidades de Cuba, sem incluir Havana, American Airlines, Frontier, Silver Airways, Southwest e Sun Country.

As tarifas da JetBlue, que viajará para Cuba em aviões Airbus A320, com capacidade para 220 passageiros, partirão de US$ 99 por trajeto e incluem o seguro médico exigido pelo governo cubano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos