Bolsas

Câmbio

Barril do Texas fecha em baixa de 0,65%

Nova York, 24 out (EFE).- O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta quarta-feira em baixa de 0,65%, cotado a US$ 50,52, em meio a sinais que mostram pouco entusiasmo entre os principais exportadores de petróleo sobre possíveis cortes em sua produção.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em novembro caíram US$ 0,33 em relação ao fechamento da última sexta-feira.

A Rússia expressou hoje a necessidade de acelerar as negociações para equilibrar o mercado de petróleo depois que o ministro da Energia do país, Alexander Novak, se reuniu em Viena com o secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammad Barkindo.

"Quanto mais rápida for a redução dos estoques, mais rapidamente o mercado se reequilibrará", afirmou o ministro russo, cujo país não é membro da organização.

No entanto, o encontro terminou sem compromissos firmes para a redução da oferta de petróleo da Opep, cujos ministros se reunirão no dia 30 de novembro para estudar sua próxima estratégia quanto aos níveis de produção.

No domingo, o Iraque anunciou sua intenção de que a Opep, da qual é membro, o exclua de qualquer corte de produção, já que está se somando progressivamente ao mercado de petróleo. O Irã adotou postura semelhante anteriormente, mas não se mostrou contrário a um possível congelamento dos atuais níveis.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em novembro, ainda os de referência, caíram quase 3 centavos, para US$ 1,50 o galão, e os de gás natural com vencimento no mesmo mês baixaram 16 centavos, para US$ 2,83 por mil pés cúbicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos