Bolsas

Câmbio

Presidente do Santander Brasil acredita que "pior" no Brasil "já passou"

São Paulo, 9 nov (EFE).- O presidente do Santander Brasil, Sergio Rial, afirmou nesta quarta-feira que "o pior" no Brasil "já passou" e destacou que o país soube encontrar o "caminho constitucional" para sair de um "momento difícil".

Rial se referiu, sem alusões diretas, ao julgamento político que, amparado pela constituição, levou em agosto ao impeachment da então presidente Dilma Rousseff.

"Agora estamos trabalhando para endireitar os problemas macroeconômicos", afirmou Rial à Agência Efe durante o jantar de gala da Câmara Oficial Espanhola de Comércio no Brasil, da qual ele também é presidente.

O executivo mostrou-se otimista com a conjuntura econômica do Brasil em relação ao próximo ano, para quando os economistas preveem um crescimento de 1,2%, queda nas taxas de juros e uma inflação inferior a 5%.

O país fechou 2015 com uma contração do PIB de 3,8%, o pior resultado nos últimos 25 anos, e uma inflação de 10,67%, muito acima do teto da meta fixada pelo governo (6,5%).

Para Rial, o Brasil superou um "ponto de inflexão" e tem a "grande oportunidade" de absorver a experiência espanhola no que diz respeito à reforma laboral implantada pelo governo do presidente Mariano Rajoy.

"A experiência espanhola reflete uma queda do desemprego por causa das decisões difíceis depois da crise", comentou o presidente do terceiro maior banco privado do Brasil.

Rial ressaltou que a recessão na Europa foi um precedente para as empresas espanholas com operações no Brasil e as ajudou a contornar "uma das piores crises da história" do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos