Bolsas

Câmbio

Austrália aprova imposto de 15% aos turistas "mochileiros"

Sydney (Austrália), 1 dez (EFE).- O Senado australiano aprovou nesta quinta-feira um imposto de 15% sobre o salário dos turistas conhecidos como "mochileiros", que trabalham temporariamente no país, principalmente em colheita de frutas.

Após 18 meses de incerteza e árduas negociações, o governo obteve a aprovação desta proposta na câmara alta com 43 votos a favor e 19 contra, segundo a agência local "AAP".

O acordo "dá segurança e garantia aos agricultores e para muitas indústrias em toda Austrália", disse o primeiro-ministro do país, Malcolm Turnbull, ao se referir ao apoio pactuado com o Partido Verde no Senado, onde o governo não tem maioria.

Os Verdes pediram como contrapartida o investimento de cerca de US$ 74 milhões em um plano chamado Landcare vinculado à agricultura sustentável e à proteção e reabilitação dos ambientes naturais.

O governo propôs inicialmente em 2015 uma taxa de 32,5% ao salário dos "mochileiros", que caiu em setembro a 19% e outra vez a 15% na semana passada.

No Senado, as propostas chegaram a ser até de 13% e de 10,5%.

A taxa aprovada hoje será aplicada às rendas anuais inferiores aos 37 mil dólares australianos (US$ 27,6 mil) que recebem os "mochileiros".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos