Bolsas

Câmbio

Bolívia abre licitação para estudo de exploração energética do Rio Madeira

La Paz, 17 jan (EFE).- O governo da Bolívia lançou nesta terça-feira a licitação para fazer o estudo do projeto hidrelétrico do Rio Madeira, que passa pela Bolívia e pelo Brasil, um plano pensado para produzir 3 mil megawatts, divididos em partes iguais para os dois países.

O processo de licitação do estudo será supervisado pelo CAF - Banco de Desenvolvimento da América Latina e financiado com US$ 60 mil pelo organismo financeiro, ao lado da Empresa Nacional de Eletricidade (ALI) da Bolívia e da Eletrobrás, informou o ministro de Hidrocarbonetos e Energia boliviano, Luis Alberto Sánchez.

"Estamos felizes porque o processo de integração energética com o irmão Brasil avança e, além disso, isso é a ratificação do interesse de compra de energia elétrica boliviana", manifestou Sánchez.

O avanço no projeto de "integração energética" acontece no momento em que o Brasil reduziu sua compra de gás natural da Bolívia, e passou 30 milhões de metros cúbicos para 12 milhões importados por dia.

O governo de Evo Morales tem como meta transformar à Bolívia em um exportador de energia elétrica no Cone Sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos