Bolsas

Câmbio

Trinidad e Tobago e Jamaica proíbem importação de carne do Brasil

Port of Spain, 21 mar (EFE).- Trinidad e Tobago se uniu nesta terça-feira à Jamaica, parceira do país na Comunidade do Caribe (Caricom), e suspendeu a importação de carne bovina no Brasil após o escândalo revelado pela Operação Carne Fraca.

"Para sermos justos com o consumidor, decidimos que não haverá mais importações do Brasil até que estejamos em posição de permitir de novo a compra de carne", disse em entrevista coletiva o ministro da Agricultura de Trinidad e Tobago, Clarence Rambharat.

O ministro disse que há supermercados no país com várias marcas de carne do Brasil nas prateleiras. Segundo Rambharat, a medida é apropriada e será comunicada aos afetados.

"Acredito que é importante alertarmos os importadores para que não colocam mais produtos nas prateleiras. É impossível eliminar o que já está nos mercados", disse o ministro.

A Jamaica anunciou mais cedo que a suspensão da importação de carne bovina do Brasil.

O Ministério de Indústria, Comércio, Agricultura e Pesca da Jamaica informou que as empresas investigadas pela Polícia Federal fornecem 99,5% da carne em conserva que chega ao mercado local.

Além da proibição, o ministério informou que, com efeito imediato, haverá uma "retenção temporária em todas as permissões para a importação de carne em conserva do Brasil".

O governo brasileiro afirmou hoje que o caso da adulteração da carne é um crime de corrupção e não um problema de saúde pública ou sanitário na produção.

Após a deflagração da Operação Carne Fraca, China, Chile, Hong Kong, União Europeia e Japão anunciaram restrições temporárias às importações de carne do Brasil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos