Bolsas

Câmbio

América Latina precisa de "Messi da robótica", diz chefe do BID

Assunção, 30 mar (EFE).- A América Latina precisa investir mais em educação e em ciência e tecnologia, especialmente para as mulheres, para que surja "um Messi da robótica", afirmou o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, ao início da reunião anual do organismo.

"Por que não temos um Messi da robótica? Somos imbatíveis em formar 'craques' no futebol, mas não somos tão bons para investir em prodígios do conhecimento", apontou Moreno.

O presidente do BID abriu o principal evento do dia, "Idealizar Soluções", com uma discussão sobre o papel da mulher como motor de inovação e transformação social e econômica na região, e ainda devem discursar mais de 50 empreendedoras do continente.

Neste sentido, Moreno lamentou que "comemoramos muito mais quando um compatriota faz um gol na 'Champions League' do que quando realizamos uma descoberta científica".

O chefe do BID se mostrou preocupado com a pouca presença de mulheres nos setores tecnológicos, o que significa deixar de empregar todo "o potencial da região".

"É como entrar em campo com a metade dos jogadores", ressaltou Moreno, ao indicar que o Panamá é o único país latino-americano onde há tantas mulheres quanto homens estudando engenharia e computação.

Cerca de duas mil pessoas, entre líderes do setor público e privado e representantes da sociedade civil, assim como ministros de Economia e Fazenda, participarão em Assunção da 58ª edição da Assembleia Anual de Governadores do BID e da 32ª edição da Reunião Anual da Assembleia de Governadores da Corporação Interamericana de Investimentos (CII).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos