Bolsas

Câmbio

Cientistas desenvolvem tecnologia que permite controlar robôs com o olhar

San Sebastián (Espanha), 12 mai (EFE).- Controlar robôs com o olhar já é possível graças a uma nova tecnologia desenvolvida pela multinacional suíça ABB e a companhia espanhola Irisbond, que abre um leque ilimitado de possibilidades para todos os tipos de aplicações industriais e sociais no âmbito da incapacidade.

A apresentação desta inovadora tecnologia, desenvolvida sob tutela do programa Bind 4.0 do Governo basco (norte de Espanha) para fomentar a colaboração entre empresas já estabelecidas e emergentes, se desenvolveu hoje através da disputa de uma partida de xadrez entre duas mulheres.

Uma delas, cadeirante devido a uma grave incapacidade de movimentos, esteve auxiliada por um robô a quem ordenava realizar diferentes movimentos de peças com o olhar.

Algo possível mediante um computador em cuja tela aparecia um tabuleiro de xadrez sobre o qual a mulher posava o olhar para indicar a peça que desejava mover e em que casa deveria depositá-la.

O robô, colocado no meio da mesa e dotado de dois braços articulados similares visualmente aos das máquinas cirúrgicas de precisão, moveu assim várias peças e inclusive comeu a rainha de sua oponente.

A máquina, que tem em sua memória as regras de xadrez e que não permite realizar movimentos proibidos no jogo, controla também as ações da pessoa que não sofre de incapacidade, que indicou mediante um mouse os deslocamentos de suas peças.

Uma vez concluída a partida, o robô recolhe as peças e as posiciona novamente em sua correspondente casinha inicial.

Essa tecnologia denominada "eye-tracking" poderia permitir a um cirurgião consultar com o olhar o histórico de um paciente enquanto está operando, ou um motorista atender o telefone de seu carro ao receber uma chamada com só um movimento de seus olhos.

A solução desenvolvida agora está baseada em um software denominado "webtracker" que permite o controle de computadores com o movimento dos olhos, monitorados através de uma webcam, e que utiliza sofisticados algoritmos baseados no posicionamento do rosto e da visão para permitir aos usuários interagir com o robô e controlá-lo de uma forma natural.

Esta pesquisa abre um amplo campo de possibilidades para novas aplicações na robótica industrial, especialmente na robótica "colaborativa", incluindo novas opções de integração trabalhista para pessoas com incapacidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos