Bolsas

Câmbio

Barril do Brent fecha em forte baixa de 4,63%

Londres, 25 mai (EFE).- O barril de petróleo Brent para entrega em julho fechou nesta quinta-feira em forte baixa de 4,63% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 51,46.

O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou o pregão no International Exchange Futures (ICE) US$ 2,50 abaixo do valor final da sessão de ontem.

As cotações do Brent caíram apesar da extensão dos cortes de produção acertados pela Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros dez grandes produtores.

O mercado acredita que a medida pode ser insuficiente para acabar com o excesso de oferta no mercado.

O Brent chegou a superar a marca de US$ 54,60 dólares o barril nesta manhã, mas sofreu forte queda após o acordo assinado em Viena pelo cartel petroleiro, liderado pela Arábia Saudita, e produtores com Rússia e México, para manter limites nas extrações até março de 2018.

O grupo já havia se comprometido em dezembro do ano passado a retirar do mercado 1,8 milhão de barris diários, perto de 2% da produção global.

A medida busca reverter a queda que o petróleo sofreu desde meados de 2014, quando o barril do Brent estava cotado em Londres acima dos US$ 110.

Os produtores justificaram a necessidade de prolongar o corte para conseguir drenar os inventários nos países consumidores, que estão acima do número médio dos últimos cinco anos.

A redução conseguiu estabilizar o preço em torno dos US$ 50 o barril, ainda que o aumento tenha resistido nos últimos meses pelo aumento da produção nos Estados Unidos, à medida em que que as jazida de petróleo de xisto foram recuperando rentabilidade.

Dois dias antes da reunião em Viena, a Agência Internacional de Energia advertiu que prevê retração no crescimento da demanda mundial de petróleo nos próximos anos, o que pode dificultar o reequilíbrio do mercado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos