Bolsas

Câmbio

Rússia oferece à América Latina seus últimos modelos de helicópteros

Anush Janbabián.

Moscou, 17 jul (EFE).- A Rússia quer aumentar sua presença no mercado de helicópteros da América Latina oferecendo a seus clientes os últimos modelos de sua indústria aeroespacial: os aparelhos polivalentes Mi-38 e Mi-171A2.

"Acredito que nossos parceiros na América Latina estarão interessados nestes helicópteros, pois já estamos vendo interesse de sua parte", disse à Agência Efe o construtor-chefe da empresa Helicópteros da Rússia, Nikolai Pavlenko.

O executivo indicou que "há boas perspectivas" para começar as vendas do Mi-38 e do Mi-171A2 para países latino-americanos uma vez que forem finalizados os trâmites para sua produção em série.

"Os clientes da região estão familiarizados com nossas máquinas e com a forma como elas trabalham, sabem que são confiáveis e simples", acrescentou Pavlenko, durante uma visita de jornalistas ao "coração" da holding, sua fábrica em Moscou que leva o nome do mítico construtor de helicópteros Mi, Mikhail Mil.

Os diretores da Helicópteros da Rússia, uma das maiores fabricantes deste tipo de aeronaves no mundo, mostraram aos jornalistas alguns dos modelos que participarão do Salão Aeroespacial MAKS 2017, que será inaugurado amanhã pelo presidente Vladimir Putin.

A Helicópteros da Rússia, grupo líder no setor deste tipo de aeronaves, apresentará na feira uma nova modificação do helicóptero de transporte militar Mi-8/17, o Mi-171SH-VH, projetado para o cumprimento de missões antiterroristas.

Pavlenko indicou que, além dos planos para incrementar as provisões para a América Latina, a empresa desenvolve ativamente o sistema do serviço pós-venda.

"Estamos trabalhando muito intensamente nessa direção", disse Pavlenko, que acrescentou que a companhia mantém contatos permanentes com seus clientes em Brasil, Venezuela, Peru e em outros países da região para tirar qualquer dúvida que possa surgir sobre a manutenção e os reparos em sua frota de helicópteros.

O diretor de marketing de produtos da Helicópteros da Rússia, Dmitri Zaikov, lembrou à Efe que a empresa participa de todas as grandes feiras de equipamentos militares na América Latina e, por isso, ele já pode falar com conhecimento de causa do interesse dos compradores da região para seus outros produtos.

Em particular, ao descrever as características do Mi-171A2, Zaikov destacou que se trata de um aparelho multipropósito que pode ser utilizado tanto para levar passageiros, como para transporte de carga.

"Em menos de 40 minutos é possível remover os assentos e transformá-lo em um helicóptero de carga", explicou Zaikov.

A Helicópteros da Rússia faz parte da corporação estatal russa Rostec, um dos maiores fabricantes mundiais de armas, aviões, helicópteros e outros equipamentos, que na atualidade reúne 700 organizações.

A empresa, responsável por 10% das vendas mundiais dessas aeronaves, forneceu 189 helicópteros ao mercado em 2016.

O Peru tem uma das maiores frotas de helicópteros de fabricação russa da América Latina.

Há anos, o país andino utiliza com sucesso os aparelhos das séries Mi-8/17 e Mi-24/35 para missões nas áreas mais difíceis e inacessíveis do país.

Os helicópteros russos também são amplamente utilizados no México, que entre 1994 e 2002 adquiriu 11 unidades do Mi-8 e 24 unidades de Mi-17, e o país recebeu de Moscou há um ano três aeronaves Mi-17V-5, uma versão modernizada do modelo Mi-8T.

Este ano, segundo fontes oficiais russas, o México voltou a mostrar interesse na compra de um novo lote de helicópteros polivalentes Mi-17.

Outro país da região que pensa em adquirir mais helicópteros russos é a Argentina, que recentemente mostrou interesse na compra dos modelos Mi-35M, Mi-28NE e Ka-52, segundo a Helicópteros da Rússia.

Em 2011, a Argentina adquiriu várias unidades do modelo Mi-171E. EFE

aj/rpr

(vídeo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos