Dow Jones fecha em baixa de 0,43%

Nova York, 9 nov (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em baixa de 0,43%, com os investidores na expectativa por mais notícias sobre a reforma tributária nos Estados Unidos.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 101,42 pontos e ficou com 23.461,94. O seletivo S&P 500 recuou 0,38%, para 2.584,62, e o índice composto da Nasdaq caiu 0,58% e fechou aos 6.750,05.

Depois de recordes os três principais índices de Wall Street, os investidores começaram a sessão observando o mau desempenho do setor tecnológico. Durante a tarde, o ânimo pelas vendas aumentou depois de uma notícia do "The Washington Post" que a reforma tributária prometida pelo presidente Donald Trump só será votada em 2018.

Posteriormente, o Comitê de Finanças do Senado confirmou que o corte de impostos para as empresas só será aplicado em 2019. Trump propunha um alívio imediato de entre 20% e 35% nas taxas.

Também não ajudou a situação a divulgação de dados piores do que o esperado sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos. Os pedidos semanais de seguro-desemprego subiram em 10 mil na semana passada, para 239 mil.

Os investidores também observaram os papéis da AT&T, que subiram 1,67%, depois de a empresa anunciar que está preparada para defender na Justiça o acordo de fusão com a Time Warner, que viu suas ações caírem 1,64% no fechamento.

As quedas mais acentuadas no Dow Jones foram das ações de McDonald's (-1,82%), United Technologies (-1,59%), American Express (-1,45%), Caterpillar (-1,42%), Cisco Systems (-1,30%), Verizon (-0,86%), Intel (-0,86%), Johnson & Johnson (-0,69%) e Merck (-0,65%).

As altas mais expressivas foram dos títulos de Disney (1,48%), Travelers (0,76%), Nike (0,66%), Exxon Mobil (0,60%), Pfizer (0,51%), Chevron (0,49%), UnitedHealth (0,37%), Procter & Gamble (0,23%), IBM (0,15%), Coca-Cola (0,11%) e Wal- Mart (0,04%).

No fim do pregão, a onça do ouro subia para US$ 1.286,70, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos aumentava para 2,324%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos