Bolsas

Câmbio

Trump anuncia "imposto recíproco" a países que "se aproveitam" dos EUA

Washington, 12 fev (EFE).- O presidente americano, Donald Trump, antecipou nesta segunda-feira que aplicará "um imposto recíproco" às importações de outros países que "se aproveitam" dos Estados Unidos, sem oferecer detalhes.

"Vamos fazer um imposto recíproco e vão ouvir disso durante a semana e os próximos meses", disse Trump em encontro com governadores e prefeitos americanos na Casa Branca, sem esclarecer a que tipo de tarifa se referia nem os possíveis países afetados.

O republicano se limitou a dizer que vai "cobrar países que se aproveitam dos Estados Unidos", e afirmou que "alguns deles são considerados aliados, mas não são aliados no comércio ".

Trump, que defendeu uma agressiva agenda de nacionalismo econômico desde que chegou à Casa Branca há pouco mais de um ano, anunciou no mês passado grandes tarifas às importações de máquinas de lavar roupa e painéis solares.

"Não podemos continuar deixando que as pessoas venham ao nosso país e nos roube e nos imponham tremendas tarifas e impostos e nós não cobremos nada. Não podemos deixar que isso aconteça", argumentou.

As palavras do presidente americano chegam em um momento-chave na renegociação do Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (NAFTA), em vigor desde 1994, entre Canadá, México e EUA e que Trump já classificou várias vezes como um "desastre".

Entre os países que Trump mais criticou em matéria comercial, por considerar que se beneficiam dos EUA, estão México e China.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos