PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Barril do Texas fecha em alta de 0,13%

20/04/2018 16h25

Nova York, 20 abr (EFE).- O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta sexta-feira alta de 0,13%, cotado a US$ 68,38, em uma sessão que, como novidade, se moveu tendo como pano de fundo declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Ao final do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em maio subiram US$ 0,09 em relação ao preço do fechamento de ontem.

No mercado influíram hoje os comentários de Trump, que criticou a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) por manter os preços do petróleo "artificialmente altos".

O presidente americano afirmou em sua conta no Twitter que há "quantidades recorde de petróleo por todo lugar", algo que analistas do mercado colocaram em dúvida desde que foram divulgados os inesperados comentários de Trump sobre um assunto que não costuma mencionar.

De fato, grande parte da produção extra de petróleo que há nos mercados globais se deve aos EUA e ao aumento dos últimos anos da extração de jazidas não tradicionais.

Atualmente, os EUA estão produzindo em níveis parecidos com os da Arábia Saudita, o país mais importante da Opep, uma organização que, segundo os analistas, a cada dia perde mais poder de influência no mercado para atores como EUA e Rússia.

Os preços do petróleo caíram no segundo semestre de 2014 por um excesso de oferta no mercado. Nesse ano, o preço mais alto do WTI foi de US$ 107,26 o barril (no fechamento de 20 de junho), e o mais baixo foi de US$ 53,27 (em 31 de dezembro).

Fontes do mercado acreditam que Trump estava respondendo a declarações de representantes sauditas que recentemente expressaram seu desejo de que o barril de petróleo esteja entre US$ 80 e US$ 100.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em maio subiram quase US$ 0,02, para US$ 2,10 o galão, enquanto os de gás natural com vencimento no mesmo mês avançaram quase US$ 0,08, até US$ 2,74 por cada mil pés cúbicos.